10:18 16 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Aterrissagem do avião MS-21 Irkut.

    Mídia: empresas europeias recebem permissão de sobrevoar Crimeia

    © Foto: Irkut Corporation
    Mundo
    URL curta
    13172

    As autoridades europeias emitiram permissão para empresas aéreas de usar para voos duas rotas que passam sobre o território da Crimeia.

    Além disso, as empresas têm agora permissão de usar dados preparados pela parte ucraniana com o intuito de planejar voos, divulgou o The Wall Street Journal.

    A edição cita uma carta enviada pela Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA na sigla em inglês) na qual a entidade permite às suas transportadores aéreas recomeçar voos sobre o território que por muito tempo ficou fechado.

    A razão anunciada para o fechamento foi tudo o que aconteceu em março de 2014, quando a Crimeia se separou da Ucrânia para se juntar à Rússia na sequência de um referendo em que mais de 96% dos habitantes da península apoiaram a reintegração com a Rússia. 

    A decisão popular foi feita após os protestos da Praça da Independência (Maidan Nezalezhnosti), em Kiev, terem culminado com a derrubada do governo eleito da Ucrânia, em fevereiro de 2014. O Ocidente chamou a votação uma "anexação". Moscou declarou que o referendo respeita plenamente o direito internacional.

    E agora as empresas europeias estão permitidas de deixar cair as divergências e podem considerar a possibilidade de recomeçar voos na região da cidade de Simferopol, usando as duas rotas acima mencionadas.

    Mais:

    Kiev ataca Coca-Cola por incluir Crimeia em mapa da Rússia
    Ucrânia ameaça cidadãos e empresas de Israel com negócios 'não autorizados' na Crimeia
    Tags:
    sanções, aviação civil, Rússia, União Europeia, Crimeia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik