01:24 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeira do Hezbollah

    Hezbollah acusa Riad e Ancara de querer levar todo o Oriente Médio à guerra

    © flickr.com / upyernoz
    Mundo
    URL curta
    51462
    Nos siga no

    O líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, acusou nesta terça-feira a Turquia e a Arábia Saudita de tentarem provocar uma guerra generalizada no Oriente Médio por não estarem prontas para aceitar uma solução política para a Síria.

    "Eles estão prontos para levar toda a região à guerra", declarou Nasrallah em mensagem de vídeo, acrescentando que é iminente a vitória do grupo xiita libanês e dos seus aliados sírios na luta contra o terrorismo. 

    "Eles não estão prontos para aceitar uma solução política para o conflito na Síria. É por isso que querem continuar com a guerra e destruir (o país)". 

    Segundo o líder do Hezbollah, Riad e Ancara estão planejando intervir diretamente no conflito sírio porque seus aliados "rebeldes islamitas vêm sofrendo sucessivas derrotas em solo" para as forças curdas e de Damasco. 

    "Nos próximos dias e para a próxima década, nós vamos proclamar a vitória ao lado do exército sírio", disse o militante, pedindo a todos para não deixar que Daesh, Frente al-Nusra, EUA, Arábia Saudita e Turquia ocupem a Síria e que Israel alcance seus objetivos.

    Mais:

    EUA negam plano de lançar ofensiva terrestre na Síria
    Kerry acusa Irã de armar Hezbollah com até 80 mil foguetes
    Assassinato de ativista do Hezbollah por Israel viola soberania da Síria
    Tags:
    terrorismo, guerra, Daesh, Frente al-Nusra, Hezbollah, Hassan Nasrallah, Líbano, Israel, EUA, Ancara, Riad, Arábia Saudita, Turquia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar