03:55 24 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Caminhão com inscrição Wikileaks em frente à Casa Branca, em Washington DC, Estados Unidos

    Propaganda internacional dos EUA pede orçamento de $777,8 milhões

    © flickr.com/ Wikileaks Mobile Informat
    Mundo
    URL curta
    12995016

    Alegando a necessidade de combater a “propaganda” de “atores não-democráticos” no mundo, a Broadcasting Board of Governors (BBG), a agência dos EUA que supervisiona as transmissões da mídia internacional civil apoiada por Washington, pediu US$777,8 milhões de orçamento para 2017 - mais de três vezes o valor de que a Russia Today (RT) dispõe.

    A BBG inclui a Voz da América e a Radio Free Europe/Radio Liberty.

    “A explosão dos fluxos de informação durante o século 21 deu origem à exploração sofisticada dos meios de comunicação por regimes autoritários e entidades não-estatais. Enquanto a mídia livre é crucial para as transições democráticas, a sociedade civil e a governança, ela é também suscetível a abusos por parte de atores não-democráticos poderosos, incluindo a Rússia, o EI [grupo terrorista Daesh, autodenominado Estado Islâmico] e a China”, afirma o pedido de orçamento da BBG.

    De esquerda à direita: Margot Wallstrom (chanceler sueca), Vytautas Pinkus (embaixador lituano na Dinamarca), Leiv Lunde (Noruega), Edgars Rinkevics (chanceler da Letônia), Martin Lidegaard (chanceler da Dinamarca), Gunnar Bragi Sveinsson (Islândia), Peter Stenlund (secretário de Estado da Finlândia), Keit Pentus-Rosimannus (chanceler da Estônia)
    © AFP 2017/ KELD NAVNTOFT/SCANPIX DENMARK
    De acordo com o documento, “a agência continua a orientar a sua cobertura para abordar os interesses nacionais e as prioridades dos EUA ao redor do mundo”.

    No ano passado, a BBG já havia comparado a mídia internacional da Rússia ao Daesh, destinando, entretanto, quase três vezes mais verbas para combater a “propaganda russa” (US$ 15,6 milhões) do que para conter a propaganda do grupo terrorista (US$6,1 milhões). 

    Em fevereiro de 2015, o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, pediu ao Subcomitê de Apropriações da Câmara mais verba para combater aquilo que ele classificou como influência negativa da mídia russa.

    "A Rússia, hoje, pode ser ouvida em inglês, mas temos um veículo equivalente que possa ser escutado em russo? É uma disputa cara. Eles estão gastando quantias enormes de dinheiro", disse Kerry, na ocasião.

    Entretanto, apenas para fins de comparação, o orçamento de 2016 destinado à RT – um dos veículos mais atacados pela retórica ocidental a respeito da suposta agressividade da “propaganda russa” – foi de apenas 19 bilhões de rublos (aproximadamente, US$ 243 milhões), menos de um terço dos US$751,5 milhões requisitados pela BBG no mesmo ano. 

    Mais:

    Sputnik lança novo site em meio a "guerra de informações" na Finlândia
    EUA enviam tropas para as redes sociais russas
    EUA dobram orçamento para combater suposta propaganda russa
    Tags:
    orçamento, propaganda, BBG, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik