02:25 09 Março 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    30527
    Nos siga no

    Durante a sua intervenção na 52a Conferência de Segurança de Munique o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, confirmou o acordo com o ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Lavrov, de convocar o Conselho OTAN-Rússia ao nível de embaixadores.

    Mikheil Saakashvili
    © Sputnik / David Khizanashvili
    Ele sublinhou a importância do diálogo político eficaz com a Rússia em vários níveis, sem restauração da cooperação prática.

    Além disso, o secretário-geral disse que entende a preocupação da Rússia quanto à aliança, mas não a compartilha. 

    Stoltenberg adicionou que a defesa antimíssil da OTAN na Europa não é dirigida contra a Rússia e não ameaça as forças russas.

    O vice-ministro das Relações Exteriores russo Aleksei Mechkov disse que a reunião do conselho OTAN-Rússia será realizada se for acordada a agenda que agora está sendo discutida.

    O Conselho OTAN-Rússia foi suspenso após a reunificação da Crimeia com a Rússia em março de 2014, na sequência de um referendo em que mais de 96% dos habitantes da península apoiaram a reintegração, o que foi considerado como agressão pelo Ocidente. No entanto, as autoridades russas declararam muitas vezes que o referendo respeitou plenamente o direito internacional.

    Mais:

    Gorbachev: Rússia precisa reagir seriamente aos planos de expansão da OTAN
    OTAN adere oficialmente à operação da coalizão liderada pelos EUA na Síria
    OTAN anuncia maior reforço de sua segurança coletiva desde a Guerra Fria
    Tags:
    Conselho Rússia-OTAN, OTAN, Jens Stoltenberg, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar