06:09 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados norte-americanos na cidade fronteiriço de Paju, Coreia do Sul, 7 de fevereiro de 2016

    Coreia do Sul ‘ignorará opinião da Rússia e China’ instalando defesa antimíssil dos EUA

    © AFP 2019 / YONHAP
    Mundo
    URL curta
    21739
    Nos siga no

    A Coreia do Sul irá considerar seus interesses quando escolher o local para instalar o sistema de defesa antimíssil norte-americano mais moderno THAAD ignorando as reações da Rússia e da China, informou a agência noticiosa Yonhap citando um oficial não identificado do Ministério da Defesa do país.

    “Levar em consideração a opinião dos países vizinhos para escolher o local de instalação do THAAD não é o método militar”, disse o oficial. Segundo ele, as autoridades do país terão em conta a eficiência militar, a segurança da população do país e a influência sobre o ambiente.

    Na semana próxima os EUA e a Coreia do Sul iniciam negociações sobre a instalação no sul do país do sistema de defesa antimíssil THAAD (Terminal High Altitude Area Defense System) destinado a interceptar mísseis à grande altitude fora da atmosfera.

    Anteriormente a China e a Rússia tinham expressado sua preocupação com estes planos.

    O oficial militar sul-coreano afirmou que o sistema que deve ser instalado no país será destinado somente contra a Coreia do Norte devido ao seu programa nuclear e de mísseis e não fará parte do sistema regional de defesa antimíssil norte-americano. Não será usado para interceptar mísseis balísticos intercontinentais ou proteger o território dos EUA ou algum outro país.

    “Não é obrigatoriamente que a Coreia do Sul se junta ao sistema de defesa antimíssil americano”, disse a Yonhap citando o militar. 

    O Ministério da Defesa sul-coreano afirmou que o THAAD será usado para interceptar mísseis norte-coreanos de alcance curto e médio. Segundo a Yonhap, os EUA e a Coreia do Sul pretendem instalar o sistema o mais breve possível.

    Tags:
    defesa, sistema antimísseis, cooperação, Thaad, Coreia do Sul, Coreia do Norte, China, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar