04:11 23 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    FSB, foto de arquivo

    Serviços secretos russos detêm 7 membros do Daesh em Ekaterinburgo

    © Sputnik / Ilya Pitalev
    Mundo
    URL curta
    4252

    Os terroristas detidos planejavam atentados em Moscou e São Petersburgo.

    O Serviço Federal de Segurança (FSB) deteve em Ekaterinburgo sete membros do Daesh que planejavam atentados em Moscou, São Petersburgo e nos Urais, informou nesta segunda-feira (8) o Centro de Relações Públicas da entidade.

    “O Serviço Federal de Segurança da Federação da Rússia deteve em 7 de fevereiro em Ekaterinburgo sete membros de uma quadrilha composta por cidadãos da Rússia e dos países da região da Ásia Central que faziam parte da organização terrorista internacional Estado Islâmico [Daesh] e que preparavam atentados de grande ressonância com uso de engenhos explosivos artesanais no território de… Moscou, São Petersburgo e região de Sverdlovsk”, diz-se no comunicado.

    O grupo de islamistas detido em Ekaterinburgo era chefiado por um terrorista do Daesh que chegou à Rússia vindo da Turquia, escreve a RIA Novosti alegando dados do FSB. Após a execução dos atentados, os terroristas pretendiam viajar à Síria para participar das hostilidades.

    Foi aberto um processo penal contra estes indivíduos, acusados de preparação de atentados terroristas, bem como de posse ilegal de explosivos e armas. 

    O grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e reconhecido como terrorista pelo Brasil) autoproclamou-se "califado mundial" em 29 de junho de 2014, tornando-se imediatamente uma ameaça explícita à comunidade internacional e sendo reconhecido como a ameaça principal por vários países e organismos internacionais. Porém, o grupo terrorista tem suas origens ainda em 1999, quando um jihadista de tendência salafita, o jordaniano Abu Musab al-Zarqawi, fundou o grupo Jamaat al-Tawhid wal-Jihad. Depois da invasão norte-americana no Iraque em 2003, esta organização começou a fortalecer-se, até transformar-se, em 2006, no Estado Islâmico do Iraque. A ameaça representada por esta entidade foi reconhecida pelos serviços secretos dos EUA ainda naquela altura, mas reconhecida secretamente, e nada foi feito para contê-la. Como resultado, surgiu em 2013 o Estado Islâmico do Iraque e do Levante, que agora abrange territórios no Iraque e na Síria, mantendo a instabilidade e fomentando conflitos.

    Tags:
    detenção, atentados, terrorismo, Serviço Federal de Segurança (FSB), Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik