13:16 07 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    141018
    Nos siga no

    Confrontos intensos com o uso das metralhadoras e artilharia estão em curso no centro da cidade turca de Diyarbakir, considerada a «capital» dos curdos turcos, comunica o correspondente da RIA Novosti no sábado (6).

    Várias ambulâncias chegaram ao local para recolher os feridos.

    O centro histórico, Sur, é famoso pelos seus monumentos, construídos em 400 a.C.

    Mais cedo, o prefeito da cidade dissera à RIA Novosti que, dos 70 mil residentes de Sur, 50 mil tinham deixado suas casas.

    Em dezembro, as autoridades turcas declararam o toque de recolher em várias regiões do sudeste do país, onde continuam confrontos armados entre as forças de Ancara e combatentes do PKK [Partido de Trabalhadores do Curdistão].

    As tensões na Turquia intensificaram-se em julho de 2015, depois de 33 ativistas curdos serem mortos em um ataque suicida na cidade de Suruc e dois policiais turcos serem posteriormente assassinados pelo PKK, o que levou à campanha militar de Ancara contra o grupo.

     

    Os curdos, a maior minoria étnica da Turquia, estão se esforçando por criar seu próprio Estado independente. O PKK foi fundado em final de 1970 para promover a autodeterminação para a comunidade curda.

    Mais:

    Moscou: Turquia prepara população para expandir ações militares na Síria
    Oposição síria insiste na inclusão dos curdos nas conversações de Genebra
    O pior pesadelo de Erdogan: a aliança entre a Rússia e os curdos sírios
    Tags:
    confrontos, Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar