02:46 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Turquia Recep Tayyip Erdogan

    Erdogan acusa Rússia de assassinatos em massa e de querer invadir a Síria

    © AP Photo / Rebecca Blackwell
    Mundo
    URL curta
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    50350

    O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, disse nesta sexta-feira que a Rússia deve se responsabilizar por milhares de pessoas que ajudou a matar na Síria, em parceria com o regime de Bashar al-Assad.

    Em coletiva de imprensa durante visita ao Senegal, o líder turco acusou Moscou de estar planejando uma invasão à Síria, com o objetivo de construir um "Estado boutique" para Assad.

    "A Rússia deve se responsabilizar pelas pessoas que matou dentro das fronteiras sírias. Cooperando com o regime (de Assad), o número de pessoas que eles mataram já atingiu 400 mil", disse Erdogan, citado pela agência de notícias Dogan. 

    Nesta semana, Ancara violou o Tratado de Céus Abertos ao proibir aviões russos de realizar voos de reconhecimento sobre o território turco, provocando indignação em Moscou e aumentando as suspeitas internacionais de que a Turquia possa estar preparando uma intervenção militar na vizinha Síria, como chegou a afirmar o porta-voz do Ministério da Defesa da Federação Russa, Igor Konashenkov.

    Desde 30 de setembro de 2015, a Rússia realiza uma intensa campanha de ataques aéreos contra posições terroristas na Síria, ajudando as forças de Damasco a recuperar o controle sobre diversos territórios que haviam sido capturados por grupos extremistas que tentam derrubar o governo, como o Daesh e a Frente al-Nusra.

    Tema:
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    Tags:
    terroristas, Frente al-Nusra, Daesh, Recep Tayyip Erdogan, Igor Konashenkov, Senegal, Ancara, Damasco, Moscou, Turquia, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar