09:31 22 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    0551
    Nos siga no

    Os novos caças Su-35 permanecerão em alerta permanente na base aérea de Hmeymim na Síria, disse um representante da Força Aeroespacial da Rússia na Síria a jornalistas.

    “Os jatos estarão guardados em estado de prontidão constante com uma dupla de Su-35 pronta a decolar sob aviso imediato para proporcionar assistência a outro avião. Uma dupla de jatos Su-35 é capaz de aumentar o raio de detecção de 360 graus de outros aviões de até 400 quilômetros”, declarou.

    Segundo o representante, o Su-35 é um avião de combate multifuncional que pode ser usado como uma escolta à aviação russa na Síria, assim como para ataques contra alvos terrestres e subterrâneos.

    “Neste momento temos a tarefa de usar estes jatos o mais eficaz possível. Estes jatos podem transportar todos os tipos de bombas”, acrescentou.

    Anteriormente o porta-voz do Ministério da Defesa Igor Konashenkov disse que os caças multifuncionais avançados e supermanobráveis Su-35S começaram a realizar missões de combate na Síria.

    A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. O governo do país luta contra um número de facções de oposição e contra grupos islamistas radicais como o Daesh (também conhecido como “Estado Islâmico”) e a Frente al-Nusra.

    A Rússia realiza desde 30 de setembro de 2015, a pedido do presidente sírio Bashar Assad, uma campanha militar para ajudar o governo da Síria a combater os avanços de grupos terroristas atuantes no país.

    Tags:
    Rússia, Síria, Hmeymim, Igor Konashenkov, Força Aeroespacial da Rússia, Su-35, Su-35S, caça, aviação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar