01:56 19 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, com o chanceler chinês, Wang Yi

    Chanceleres de China e Rússia discutem crise síria em conversa telefônica

    © AFP 2019 / POOL / Kenzaburo Fukuhara
    Mundo
    URL curta
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    9211
    Nos siga no

    O ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, conversou nesta sexta-feira com o seu colega chinês, Wang Yi, sobre a coordenação de esforços internacionais para pôr fim à crise na Síria, segundo informou a chancelaria russa.

    "Os ministros discutiram questões de coordenação das ações para solucionar a crise síria, cooperação na implementação das resoluções da cúpula de Ufa da Organização para Cooperação de Xangai, e concordaram em manter os contatos sobre outros tópicos urgentes da agenda internacional", diz o comunicado emitido pela diplomacia da Rússia.  

    A Rússia mantém uma intensa campanha de bombardeios contra posições terroristas na Síria desde o final de setembro. Graças ao apoio russo, as forças de Damasco já conseguiram recuperar boa parte do território que havia sido tomado pelos rebeldes.

    Recentemente, Turquia e Arábia Saudita demonstraram disposição em intervir militarmente na Síria para supostamente combater o terrorismo. No entanto, boa parte dos analistas internacionais, como o especialista em estudos árabes da Academia de Ciências da Rússia Boris Dolgov, acredita que esses dois países têm na verdade outros objetivos na Síria, incluindo o de levar ao poder justamente esses grupos extremistas sunitas que pretendem estabelecer um Estado Islâmico na região. 

    Tema:
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)

    Mais:

    Rússia abrirá mais um consulado na China
    Rússia se torna o maior fornecedor de petróleo da China
    Pentágono continua retórica contra a Rússia, China e Irã
    Aviação russa aplicará 'medidas adequadas' para garantir segurança dos voos na Síria
    Arábia Saudita declara que forças terrestres estão prontas para invadir a Síria
    Rússia envia mais de 600 toneladas de ajuda humanitária para Síria
    Tags:
    extremismo, terrorismo, Organização para Cooperação de Xangai, Academia de Ciências da Rússia, Boris Dolgov, Wang Yi, Sergei Lavrov, Ufá, Damasco, Turquia, Arábia Saudita, Síria, Rússia, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar