09:48 05 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    3141
    Nos siga no

    A maior corporação de TI da Rússia, Rostec, cria rede única de transmissão de dados e documentação criptografada que atenderá as nações que compõem a Comunidade dos Estados Independentes (CEI). A informação foi divulgada no comunicado de imprensa da corporação.

    A Rostec, que desenvolve, fabrica e exporta produtos industriais de alta tecnologia para o uso civil e militar, anunciou a criação de um conjunto de ferramentas técnicas que proporcionará um alto nível de proteção contra ataques cibernéticos e vazamentos de informações na troca de dados entre alguns países que compõem a Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

    De acordo com a empresa, os criadores do sistema possuem as condições necessárias para criar soluções semelhantes sob encomenda para serem aplicadas em outros blocos de países, incluindo da América Latina, por exemplo.

    “Esta é a primeira inovação da Rússia em sistemas de comunicação especiais e que resolve em 100% o problema de importação de tecnologia estrangeira, tanto em hardware como em software”, afirma Aleksandr Yakunin, diretor-geral da União de Fabricantes de Aparelhos de Precisão (OPK, na sigla em russo), grande estrutura científica e industrial que integra a Rostec.

    “Como resultado, criamos uma tecnologia para o desenho e produção de sistemas de comunicação em nível estatal. A mesma oferece um alto índice de segurança da informação e pode ainda ser utilizada para a transmissão de mensagens confidenciais. Todas as ferramentas técnicas são totalmente transparentes do ponto de vista de criação e de software e garantem a ausência de funcionalidades não declaradas e de dispositivos que permitam a espionagem secreta”, acrescenta Yakunin.

    A corporação russa planeja, até o final de 2017, desenvolver e lançar a produção em série de mais de 40 modelos de equipamentos de telecomunicações que oferecem alta segurança na transmissão de dados e que possuem como base o uso de softwares e componentes russos. Grande parte já está sendo projetada utilizando chips produzidos pelas russas Elbrus e Baikal, além de incluírem dispositivos de última geração fabricados com processo tecnológico de 28 nanómetros.

    Mais:

    A marca do conglomerado russo Rostec foi avaliada em mais de US$ 420 milhões
    China, Índia e Iraque: maiores importadores de armas da estatal russa Rostec
    Rostec ampliará cooperação com Boeing e Rolls-Royce
    Tags:
    Rússia, Rostec, CEI, OPK, segurança cibernética
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar