03:38 16 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Soldados da Força de Autodefesa do Japão perto do sistema de defesa antimíssil Patriot, Tóquio, Japão

    Japão implanta sistemas Patriot para se defender da Coreia do Norte

    © AFP 2019 / YOSHIKAZU TSUNO
    Mundo
    URL curta
    37410

    O Japão implantou pelo menos três sistemas de defesa antimíssil Patriot PAC-3 em instalações militares para se defender da ameaça norte-coreana, disse aos jornalistas o ministro da Defesa japonês, Gen Nakatani, na terça-feira (2).

    “Instalamos [sistemas] PAC-3 na zona de Ichigaya de Tóquio, bem como nas bases Asaka (na fronteira administrativa de Tóquio e a prefeitura de Saitama) e Narashino (na prefeitura de Tiba)”, disse Nakatani.

    Segundo ele, a Coreia do Norte não informou sobre os planos de lançar mísseis “mas não pode ser excluída a hipótese de ações provocatórias, inclusive lançamentos de mísseis”.

    Ao mesmo tempo, o ministro não falou sobre eventuais planos de instalar mais sistemas Patriot no Japão ou outras medidas que possam ser tomadas para reagir a possíveis testes de mísseis norte-coreanos.

    Na semana passada, a agência noticiosa japonesa Kyodo informou que os dados de satélite mostram que Pyongyang se prepara para lançar em breve um míssil balístico do cosmódromo em Sohae. Neste contexto, o ministro da Defesa japonês ordenou eliminar o míssil norte-coreano se este vier a ameaçar o seu país.

    Em 6 de janeiro, a Coreia do Norte anunciou ter realizado o primeiro teste de uma bomba de hidrogênio. A comunidade internacional, inclusive as potências nucleares, condenaram as ações de Pyongyang, tendo expressado a sua preocupação sobre um provável agravamento da situação na região. Um leque de especialistas internacionais duvidou de que a Coreia do Norte tenha de fato testado uma bomba de hidrogênio.

    Tags:
    defesa, sistema antimísseis, Patriot, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar