11:10 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e União Europeia

    Sanções contra Rússia custaram um milhão de empregos para Alemanha

    © Sputnik / Vladimir Sergeyev
    Mundo
    URL curta
    11192
    Nos siga no

    As sanções da União Europeia contra a Rússia já custaram à Alemanha cerca de 1 milhão de empregos. A informação foi divulgada pelo chefe do partido alemão ‘EINHEIT’ (Unidade), Dmitri Rempel, nesta segunda-feira (1).

    Durante uma visita à Crimeia para discutir possibilidades de cooperação nas áreas de turismo, esportes e diplomacia pública, o líder do partido que representa os interesses russo-alemães, disse que ele tinha uma série de propostas denegócios interessantes para as autoridades da Crimeia.

    “A Alemanha sozinha perdeu cerca de um milhão de empregos por conta das sanções impostas contra a Rússia. Uma série de empresas foi à falência, saíram do mercado ou perderam muitos empregos e perdas financeiras”, disse Rempel. 

    Ele declarou que muitos alemãos comuns e pessoas de negócios discordariam da decisão da União Europeia de impôr sanções contra a Rússia. 

    "Os empresários alemães estão tendo um grande interesse no que está acontecendo na Criméia. Infelizmente, nem todos podem ou querem vir para cá, porque eles têm medo de perder contratos comerciais e coisas assim", acrescento o político.

    Ele disse que, com o alto grau de instabilidade política na Turquia, Egito e na Tunísia, os empresários alemães estavam agora prestando atenção na Crimeia como um potencial pólo turístico.

    As relações entre a Rússia e o Ocidente se deterioram quando a União Europeia e os EUA impuseram uma série de rodadas de sanções contra os setores bancário, energético e de defesa da Rússia. 

    As medidas forama adotadas após a reintegração da Crimeia ao território da Rússia em 2014 e a escalada da crise ucraniana.

    Moscou, por sua vez, respondeu com o banimento da importação de produtos dos EUA, países da União Europeia, Canadá, Austrália e Noruega. 

    Mais:

    Braço de ferro econômico: Corrente do Norte 2 contra sanções antirrussas
    União Europeia pode discutir suspensão das sanções contra Rússia em junho
    Forbes: investidores ocidentais estão ansiosos pelo levantamento das sanções contra Rússia
    Embaixador: sanções contra Rússia prejudicam empresas nos EUA
    Sanções contra a Rússia provocam crise econômica na Finlândia
    Tags:
    reintegração, empregos, sanções, EUA, União Europeia, Crimeia, Rússia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar