06:50 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Local da queda do Airbus A321 no Egito

    Mídia: militantes turcos podem ter estado envolvidos no atentado do A321 russo

    Maxim Grigoryev
    Mundo
    URL curta
    7018
    Nos siga no

    O atentado terrorista a bordo do voo russo A321 que caiu na península de Sinai pode ter sido obra da organização nacionalista turca Lobos Cinzentos, escreveu nesta segunda-feira (1) o jornal russo Kommersant, alegando uma fonte nos serviços secretos da Rússia.

    Lembramos que a maior catástrofe aérea na história da aviação russa e soviética ocorreu em 31 de Outubro passado: um avião A321 da companhia aérea Kogalymavia que efetuava o voo Sharm el-Sheikh – São Petersburgo caiu na península do Sinai. No acidente morreram 217 passageiros e sete membros da tripulação. Em 17 de Dezembro, o chefe do Serviço Federal de Segurança russa (FSB), Aleksandr Bortnikov, concluiu que a razão da queda foi um atentado terrorista.

    "No FSB pressupõe-se que atrás do atentado da aeronave russa podiam ser os membros da organização nacionalista radical turca Lobos Cinzentos ligada ao Estado Islâmico [também, conhecida como Daesh, organização terrorista proibida na Rússia] que atua em muitos países árabes, inclusive no Egito", escreve o jornal.

    Segundo a informação da edição, os Lobos Cinzentos que apareceram na Turquia no fim dos anos 60 do século passado participavam de hostilidades na Chechênia organizando fornecimento de armas a aquela república rebelde da Rússia.

    Além disso, um dos líderes da organização, Alparslan Celik, cidadão turco de 32 anos, reivindicou os tiros que levaram à morte de um dos pilotos catapultados do bombardeiro Su-24 russo, abatido em 24 de novembro.

    Em dezembro de 2015, os deputados comunistas da Duma Estatal (câmara baixa do parlamento russo) Valery Rashkin e Sergei Obukhov pediram ao procurador-geral da Rússia Yury Chaika para reconhecer a organização Lobos Cinzentos como terrorista e proibir assim a sua atividade no território da Rússia. Os deputados sublinharam que nos últimos tempos a organização intensificou a sua atividade e atua, em particular, contra a Rússia. Segundo as suas palavras, os membros da organização estão também envolvidos no bloqueio elétrico da península de Crimeia, após uma explosão no lado da Ucrânia.

    Tags:
    avião, terrorismo, A321, Lobos CInzentos, Aleksandr Bortnikov, Turquia, Egito, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar