07:13 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Um candidato à presidência dos EUA fala em Washington. 18 de junho, 2015

    'Melhor pedir explicações ao Tesouro dos EUA'

    © AP Photo/ Andrew Harnik
    Mundo
    URL curta
    13020

    A embaixada dos EUA na Rússia absteve-se de conceder comentários sobre as acusações de corrupção contra o presidente russo, Vladimir Putin.

    Citado pela emissora Echo Mosvky, o porta-voz da embaixada, William Stevens, declarou:

    "Foi o representante do nosso Departamento do Tesouro quem o disse, acho que é melhor pedir as explicações a ele".

    Mais cedo, o representante do Departamento do Tesouro estadunidense, Adam Szubin, disse, em uma entrevista à emissora BBC, que a gestão de Putin é uma "encarnação da corrupção", ressaltando que as autoridades há "muitos anos" que sabem disso.

    Respondendo a esta acusação, o porta-voz do presidente russo, Dmitry Peskov, declarou que é uma "calúnia orquestrada" e "infundada", além de "insulto" ao presidente russo, destacando que será difícil à parte estadunidense achar provas de que Putin esteja envolvido em corrupção.

    "Sem saber sequer se Putin tem a intenção ou não de se apresentar [à reeleição para o cargo de presidente em 2018], a campanha difamatória dos EUA já começou por acaso", frisou Peskov.

    Mais:

    Putin exige que Ministério da Saúde elabore remédio contra zika vírus
    Putin conduz reunião sobre problema da corrupção na Rússia
    Político alemão sobre conflito na Síria: sem Putin, nada dará certo
    Tags:
    Embaixada dos EUA, Departamento de Tesouro dos EUA, Vladimir Putin, EUA, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik