11:28 17 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Bandeiras dos países membros da Unasul

    Três temas que você deve saber que estão sendo discutidos pela Unasul

    Agência de Notícias ANDES
    Mundo
    URL curta
    4101

    Os chanceleres dos países membros do Unasul se reuniram na última quinta-feira (29), no Equador, para avançar na discussão sobre temas de interesse regional, em particular a situação econômica dos países da América do Sul.

    Entre os principais temas abordados na reunião entre os ministros das Relações Exteriores da Unasul na última quinta-feira (29), destacam-se a situação econômica dos países do organismo e criação de uma cidadania sul-americana comum. 

     

    Crise econômica

    Como os países sul-americanos foram muito afetados pela queda nos preços das commodities, a situação econômica da Unasul dominou as conversações entre os chanceleres.

    O secretário-geral da Unasul, Ernesto Samper, chamou a atenção para a crise econômica e pediu a busca de alternativas necessárias para que o bloco responda à atual situação financeira da região. 

    Segundo ele, os países devem fazer melhor uso dos recursos naturais na região e promover a deslocalização da produção para impulsionar as economias dos países sul-americanos.

    Samper destacou que os países sul-americanos tiraram 120 milhões de pessoas da pobreza e seria injusto que estas pessoas retornem a essas condições de vida. 

    Já o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, afirmou que todos os participantes foram unânimes de que deve ter mais comércio intra-regional e mais investimentos entre as nações sul-americanas. Ele também destacou o papel da organização no sentido de promover a integração e buscar soluções para as questões do crescimento. 

    Na véspera, durante a reunião da Celac, o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, pediu que o bloco estabeleça um "plano tático anticrise" para estimular o comércio na região. A Venezuela está passando por uma recessão e grave crise de desabastecimento. A situação do país se agravou com a queda do preço do petróleo. 

    “É hora de um plano de solidariedade, complementariedade, desenvolvimento compartilhado de América Latina e Caribe", disse Maduro.

     

    Integração regional

    Durante o encontro, os ministros acordaram sobre a necessidade de implementar novos progressos na integração da região, promovendo as facilidades fronteiriças, o comércio intra-regional, a mobilidade humana e a relação com sócios extra-regionais.

    A Unasul defende a construção de uma "cidadania sul-americana" como uma estratégia para promover o comércio "intra-regional". A ideia é criar um passaporte único sul-americano, promovendo uma identidade da América do Sul. 

    O objetivo é remover os obstáculos que impedem a mobilidade dos sul-americanos através da região e fomentar a integração em todos os âmbitos, removendo os os obstáculos que impedem a mobilidade dos sul-americanos através da região. 

     

    Colômbia e as FARC

    Os países aproveitaram a reunião para discutir a missão de monitoramento do cessar-fogo entre o governo da Colômbia e as Farc, aprovada pelo Conselho de Segurança da ONU na última segunda (25) e que será operada por membros da Celac.

    A chanceler colombiana Angela Holguin Maria apresentou um relatório completo e detalhado sobre o progresso do processo de paz e os acordos que foram alcançados nas conversações entre o governo e as FARC.

    Segundo ela, o processo de paz na Colômbia está na ‘reta final”, acrescentando que “a paz é, obviamente, benéfica para a Colômbia, mas é uma paz para toda a região, especialmente para os países fronteiriços”.  

    Já a ministra das Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, destacou que é uma "mensagem ao mundo" que a unidade de trabalho pode resolver "disputas" e "divergências", referindo-se ao processo de paz realizado pelo governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). 

    Mais:

    Secretário-geral da Unasul comemora acordo entre a Colômbia e as FARC
    Dilma discute com Unasul projetos para uma agenda positiva
    Unasul se posiciona contra impeachment de Dilma
    Unasul está disposta a intermediar conflito de fronteira entre Venezuela e Colômbia
    Tags:
    integração, crise, economia, FARC, Unasul, Ernesto Samper, América do Sul, Colômbia, Equador, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar