07:11 18 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    O primeiro-ministro japonês Shindzo Abe e o presidente russo Vladimir Putin apertam as mãos durante o fórum de Cooperação Econômica Ásia-Pacífico em Pequim, China, 4 de novembro de 2014

    Japão: 2016 é ano de progresso nas relações com Rússia

    © AFP 2017/ MIKHAIL KLIMENTYEV
    Mundo
    URL curta
    91037101

    O ministro das Relações Exteriores do Japão, Fumio Kishida, disse, discursando perante o parlamento do país, que o Japão deve desenvolver relações com a Rússia de uma forma mais intensiva.

    “É necessário fazer este ano um ano de progresso nas relações com a Rússia em todas as áreas naquela forma que corresponde aos interesses do Japão”, disse o ministro acrescentando que no ano passado durante a sua visita à Rússia os dois países conseguiram reiniciar negociações sobre o ratado de paz.

    O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que também fez discurso de programa no parlamento, afirmou:

    “Continuaremos desenvolver as relações com a Rússia, <…> enfrentaremos em conjunto problemas comuns. O Japão desenvolverá as relações em tais áreas como economia, energia, cultura e usará todas as oportunidades de continuar o diálogo”, afirmou Abe.

    Mais antes, o primeiro-ministro do Japão disse que os dois países precisam de concluir tratado de paz.

    Para o Japão, até agora a assinatura do tratado de paz dependia da resolução da disputa territorial visto que as partes, para o assinarem, não devem ter litígios territoriais. A posição da Rússia consiste em que as fronteiras fixadas no fim da Segunda Guerra Mundial não devem ser revisadas. Ao mesmo tempo, ambos os países admitem que a situação não é normal e estão prontos para discutir o assunto.

    Tags:
    progresso, cooperação, relações bilaterais, Shinzo Abe, Rússia, Japão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik