21:10 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Segundo chancelaria saudita, desde a revolução de 1979, o Irã tem se dedicado a promover o caos no Oriente Médio

    Arábia Saudita acusa Irã de provocar discórdia e caos

    © AP Photo/ Ronald Zak
    Mundo
    URL curta
    161409027

    A Arábia Saudita acusou nesta terça-feira a República Islâmica do Irã de causar discórdia, tumulto e caos no Oriente Médio, em meio a tensões entre as duas potências regionais, que romperam seus laços diplomáticos no início deste mês.

    "Desde a Revolução Iraniana (1979), o Irã estabeleceu um recorde na propagação da discórdia, dos tumultos e do caos na região", afirmou um funcionário da chancelaria saudita, citado pela agência SPA. 

    "Durante esse mesmo período, o reino (da Arábia Saudita) manteve uma política de reserva, mesmo sofrendo, assim como os países vizinhos, com as consequências da política agressiva do Irã", disse o porta-voz, acrescentando que, para Riad, a política de Teerã é baseada na ideia de exportar a sua revolução. 

    Segundo o diplomata, o Irã estaria recrutando militantes no Iraque, no Líbano e no Iêmen com o objetivo de apoiar o terrorismo internacional e realizar assassinatos.

    Mais:

    'Arábia Saudita tenta minar acordo nuclear com Irã'
    Liga Árabe discute ‘interferência’ do Irã no Oriente Médio
    China apela à Arábia Saudita e Irã para manterem a calma
    Tags:
    Revolução Iraniana, SPA, Riad, Teerã, Líbano, Iêmen, Irã, Iraque, Arábia Saudita
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik