00:34 25 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Exército sírio no sudeste de Damasco

    Tropas sírias libertam áreas a leste de Damasco

    © Sputnik / Valery Melnikov
    Mundo
    URL curta
    1201

    As tropas sírias apoiadas pela Força Aérea do país destruíram uma série de fortificações dos militantes nos arredores de Damasco.

    Com o apoio da Força Aérea síria, o Exército do país e as Forças da Defesa Nacional (milícias pró-governo) destruíram algumas fortificações dos militantes a leste de Damasco, matando dezenas de terroristas e ferindo ainda mais, segundo a agência iraniana FARS.

    Em particular, aviões sírios bombardearam no domingo posições dos jihadistas nas cidades de Harazma, al-Nashabiyah e Hosh al-Farah.

    Estes ataques tiveram lugar pouco depois de as unidades de artilharia do Exército sírio terem destruído fortificações dos militantes em Jobar, arredores de Damasco, e nas cidades suburbanas de Saqba e Zobedin, em Ghouta leste.

    Na semana passada, o exército retomou o controle de várias áreas estratégicas na província setentrional de Lataquia.

    Um grande número de militantes foi morto depois que as tropas sírias apoiadas pela Força Aeroespacial russa lançaram uma ofensiva contra as bases terroristas nas regiões montanhosas de Lataquia, onde o exército retomou o controle de Tal Kherba e Al Juba.

    Além disso, as forças sírias avançaram significativamente contra o Daesh na província de Homs, tendo destruído as suas fortificações, de acordo com fontes.

    Foram atacadas as posições terroristas na região de Dowah, que fica a oeste de Palmyra, e perto das cidades de Tir Maala, Quaryatayn (sul de Homs), Talbiseh (norte de Homs) e perto de vila de Maksar al-Hassaan, no leste da província. Houve grandes baixas entre os terroristas, informou o Exército sírio.

    A campanha aérea da Rússia foi lançada no dia 30 de setembro de 2015, quando mais de cinquenta aviões de guerra russos, incluindo Su-24M, Su-25 e Su-34, iniciaram ataques aéreos de precisão contra alvos do Estado Islâmico na Síria, a pedido do presidente sírio, Bashar Assad.

    No final de dezembro, o Ministério da Defesa informou que os aviões de combate russos tinham completado um total de 5.240 missões desde o início da operação aérea contra os militantes do Daesh na Síria.

    Tags:
    exército sírio, militantes, avanço, terrorismo, Daesh, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik