21:19 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Joaquín Guzmán, “El Chapo”, quando foi preso em fevereiro de 2014.

    México captura chefão do tráfico Joaquin Guzman, o 'El Chapo'

    © REUTERS / Henry Romero
    Mundo
    URL curta
    451
    Nos siga no

    O traficante de drogas mais procurado do mundo, Joaquin Guzman - conhecido como El Chapo -, foi capturado pela terceira vez em uma incursão ousada de soldados mexicanos, seis meses após a fuga de uma prisão de segurança máxima através de um túnel.

    O presidente Mexicano, Enrique Pena Nieto, anunciou a captura nesta sexta-feira: "Missão cumprida. Temos ele", escreveu em sua conta no Twitter. 

    Alguns pensaram que Guzman seria pego vivo, e alguns agora acreditam que o México vai querer tentar detê-lo pela terceira vez em prisões mexicanas. Ele escapou de dois presídios de segurança máxima em 2001 e em 2015, humilhando a administração de Nieto, que conseguiu detê-lo por menos de 18 meses. 

    Guzman foi detido após um tiroteio com fuzileiros mexicanos na cidade de Los Mochis, no Estado de Sinaloa, de acordo com uma autoridade que falou em condição de anonimato. Guzman foi capturado vivo e não foi ferido. 

    Cinco pessoas foram mortas e um soldado foi ferido durante a incursão em uma casa. Outro oficial afirmou que Guzman teria sido capturado em um motel em Los Mochis. 

    Os Estados Unidos entraram com um pedido de extradição de Guzman em 25 de junho de ano passado, antes da fuga. Em setembro, um juiz mexicano emitiu um segundo mandato de prisão provisória sob as acusações norte-americanas de crime organizado, lavagem de dinheiro, tráfico de drogas, homicídio e outros. 

    O ex-procurador-geral mexicano Jesus Murillo Karam pediu que o México não extradite Guzman até que ele cumpra suas sentenças no México.

    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar