22:24 16 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    11341
    Nos siga no

    Cansados do conflito no país e não vendo nenhuma luz no fim do túnel, cidadãos do Mali começaram uma petição pedindo ao presidente russo, Vladimir Putin, para ‘salvar’ o país africano da crise, relata o portal Actusen.com.

    Segundo a fonte, os organizadores da petição querem chamar a atenção do presidente russo reunindo 8 milhões de assinaturas, na esperança de que a Rússia "intervenha" e traga a paz ao Mali.

    "A França não é pela paz no Mali", declarou o comitê que iniciou a campanha, de acordo com o Actusen.com.

    Os malianos não acreditam que a presença de tropas francesas e de  paz das Nações Unidas no país possa resolver a atual crise. Apesar de uma operação antiterrorista francesa ter sido realizada na região e de um acordo de cessar-fogo ter sido assinado entre o governo do Mali e as tribos tuaregues rebeldes, a situação no país continua muito frágil, disse o jornal.

    Forças de segurança realizam buscas no hotel Radisson Blu, em Bamako
    © AFP 2019 / HABIBOU KOUYATE
    Assim, uma vez que o governo não pode garantir a segurança, os cidadãos decidiram tomar a iniciativa de recolher assinaturas para que a Rússia entre em cena para trazer estabilidade à região.

    No último dia de 2015, o governo do Mali estendeu o estado de emergência no país até 31 de março de 2016. Os ministros do país haviam declarado 10 dias de estado de emergência em 21 de dezembro, durante uma reunião extraordinária sobre a evolução das condições de segurança no Mali e na sub-região.

    Em 20 de novembro, vários militantes armados tomaram 170 pessoas como reféns no Radisson Blu Hotel em Bamako. As forças de segurança do Mali e da ONU, em seguida, realizaram uma operação antiterrorista para libertar os reféns. O ataque reivindicou as vidas de pelo menos 29 pessoas, incluindo seis cidadãos russos.

    Mais:

    ONU confirma 29 mortes em Bamako, no Mali
    Homens armados detêm 170 pessoas como reféns em hotel na capital do Mali
    Tags:
    estado de emergência, intervenção, reféns, segurança, crise, petição, Radisson Blu Hotel, Nações Unidas, ONU, Vladimir Putin, Bamako, Rússia, Mali
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar