03:39 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    321
    Nos siga no

    Segundo um comunicado da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) nesta segunda-feira (4), o processo de destruição das armas químicas da Síria foi totalmente concluído.

    "A Veolia, empresa norte-americana contratada pela OPAQ para descartar parte do estoque de armas químicas da Síria, completou a eliminação de 75 cilindros de fluoreto de hidrogênio em suas instalações no Texas. Isso completa a destruição de todas as armas químicas declaradas pela República Árabe da Síria", anunciou a OPAQ.

    De acordo com o comunicado, o diretor-geral da organização, Ahmet Üzümcü, saudou a notícia e disse que um capítulo importante na eliminação do arsenal químico da Síria foi encerrado.

    Graças à mediação da diplomacia russa, a Síria concordou em eliminar seus estoques de armas químicas após a repercussão internacional de um ataque com gás sarin que matou centenas de pessoas perto de Damasco em agosto de 2013.

    Mais:

    Turquia sobre fornecimento de armas químicas ao Daesh: 'Propaganda negra'
    Terroristas ameaçam com armas químicas e biológicas, diz primeiro-ministro da França
    Síria: Estado Islâmico possui armas químicas
    Tags:
    eliminação, destruição, armas de destruição em massa, gás sarin, arsenal, armas químicas, OPAQ, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar