05:47 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Mulher em frente ao muro da antiga embaixada dos EUA em Teerã, tomada por islâmicos em 1980

    ‘EUA não conseguirão erradicar o Daesh em 2016’ - Casa Branca

    © Sputnik / Grigoriy Sysoev
    Mundo
    URL curta
    2563

    Apesar da retórica do presidente dos EUA, Barack Obama, os Estados Unidos não serão capazes de derrotar o Daesh, também conhecido como Estado Islâmico, em 2016, disse Ben Rhodes, assessor adjunto de Segurança Nacional em uma coletiva no sábado (2).

    Obama fez uma série de declarações nos últimos meses de que os EUA têm combatido o grupo "mais do que nunca." 

    «O Daesh continuará a existir. Não será possível erradicar o Daesh no próximo ano", disse Ben Rhodes em um briefing, citado pela CBS News.

    Rhodes acrescentou que os EUA têm a intenção de "tornar mais difícil" a atividade do grupo. Ele comparou o agrupamento à Al-Qaeda que «continua existindo, mas em uma escala muito menor».

    Portanto, os EUA esperam privar o Daesh de muitas «zonas seguras», o que deve levar à perda do seu controle de vastos territórios no Iraque e Síria.

    Os EUA lideram uma coalizão de 65 países que participam de bombardeios do Estado Islâmico no Iraque e Síria. Neste último país, a coalizão atua sem a permissão das autoridades sírias. Cerca de 90% dos ataques são efetuados pela Força Aérea norte-americana.

    Mais:

    EUA: Daesh ganhou $500 milhões com o comércio ilegal de petróleo
    General norte-americano: Rússia (e não o Daesh) é o inimigo nº 1 dos EUA
    EUA pedem maior participação de países árabes e coalizão na luta contra Daesh (EI)
    Tags:
    Daesh, Benjamin Rhodes, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar