03:37 25 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    12133
    Nos siga no

    Os Estados Unidos acusaram o Irã de realizar um teste "altamente provocativo" de mísseis na semana passada próximo a navios de guerra e tráfego comercial que passavam pelo Estreito de Ormuz, mostrando como as tensões entre dois países podem aumentar após um acordo nuclear.

    Navios de guerra da Marinha do Irã
    © AP Photo / Agência de Notícias Fars, Mahdi Marizad
    A estratégica hidrovia do Golfo Pérsico, que vê quase um terço de todo o petróleo comercializado pelo mar passando por ali, foi palco de confrontos passados entre os EUA e o Irã, incluindo uma batalha naval em 1988. 

    Mas o incidente do sábado não trouxe nenhuma resposta imediata de autoridades iranianas ou da imprensa, enquanto oficiais franceses minimizaram o perigo. 

    Navios militares que participam da guerra contra o Daesh no Iraque e na Síria também transitam pelo estreito entre o Irã e Omã. Um porta-voz do comando central norte-americano, o comandante Kyle Raines, afirmou que o teste foi realizado a pouco mais de um quilômetro dos navios de guerra. Raines afirmou que as ações do Irã foram "altamente provocativas". 

    Um oficial militar francês falou sob condição de anonimato que o teste realmente aconteceu no sábado, mas que o exército da França não o considerou um evento ameaçador, uma vez que, "claramente" os testes não foram direcionados à frota ocidental.

    Tags:
    exercício naval, exercícios militares, mísseis, Kyle Raines, Síria, Omã, Golfo Pérsico, França, EUA, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar