08:57 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    1391
    Nos siga no

    O pré-candidato presidencial republicano Donald Trump criticou o presidente dos EUA, Barack Obama, por assistir ao novo filme "Star Wars" em vez de combater o extremismo islâmico. Antes de ir para suas férias no Havaí, o chefe de Estado afirmou que a coisa “mais importante” que estava acontecendo na Casa Branca era assistir à obra cinematográfica.

    “Estamos em uma guerra séria e o nosso presidente está ocupado com outra guerra. Precisamos de um presidente real, com prioridades reais”, disse Trump na internet.

    O magnata continua a liderar a corrida de seu partido para a indicação às eleições presidenciais com 28%, enquanto o seu concorrente mais próximo, o senador Ted Cruz, soma 24% de apoio dos correligionários, segundo pesquisa recente. Em contrapartida, também 28% dos republicanos disseram que “definitivamente não apoiariam Trump”, enquanto 61% dos eleitores em geral afirmaram que o bilionário não compartilha seus valores.

    Os dois principais candidatos democratas, a ex-secretária de Estado Hillary Clinton e o senador Bernie Sanders, superariam Trump em potenciais disputas, segundo pesquisa. Além disso, 59% dos eleitores entrevistados disseram que ela tem uma boa chance de derrotar um candidato presidencial republicano durante a eleição de 2016.

    Mais:

    Analista norte-americana: Donald Trump tem razão sobre alta popularidade de Vladimir Putin
    Agressão contra muçulmanos pode levar Trump ao poder?
    Donald Trump pede a proibição de entrada de muçulmanos nos EUA
    Trump apoia operação aérea russa na Síria
    Tags:
    terrorismo, extremismo, férias, preocupação, guerra, eleições, filme, Star Wars, Partido Democrata, Partido Republicano, Bernie Sanders, Ted Cruz, Hillary Clinton, Donald Trump, Barack Obama, Havaí, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar