06:40 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    9391
    Nos siga no

    Muitos terroristas, inclusive comandantes de alto escalão, foram eliminados durante as operações de grande escala conduzidas pelo exército da Síria nos subúrbios de Jobar e Ghouta da capital síria, informou a agência iraniana FARS alegando fontes militares anônimas.

    Durante o fim da semana, a cidade de Darayya, a povoação de Tayibeh, assim como a estrada de Mokheim Khan al-Sheih-Zakiyeh, enfrentaram violentos confrontos entre as forças governamentais e militantes de unidades paramilitares ilegais.

    Além disso, aviões militares sírios realizaram ataques aéreos contra os bastiões de militantes perto das cidades de Harasta al-Qantra, Owtaya e a área de Marj, na parte oriental da província de Damasco.

    O Exército Árabe da Síria também lançou panfletos com inscrições “Rendam-se agora, vocês não tem para onde fugir” em uma tentativa de persuadir os militantes que ainda resistem em Ghouta oriental a baixar as armas. A região foi alvo dos combates mais ferozes entre as forças leias ao presidente legítimo sírio Bashar Assad e os militantes que o querem derrubar.

    Recentemente, o exército da Síria retomou o controle do aeroporto militar de Marj al-Sultan e a área em torno dele, repelindo o maior grupo radical na região, o Jaish al-Islam (“Exército do Islã”). Os militares também conseguiram eliminar os líderes de um número de grupos que operavam na região, inclusive Ahrar al-Sham, Jaish al-Islam e al-Rahman.

    A morte do comandante do Jaish al-Islam, Zahran Alloush, é considerada um “golpe letal” contra o próprio grupo e outras organizações radicais no país.

    A agência FARS descreveu Alloush como “o pior inimigo confesso do presidente Assad na Síria meridional”, acrescentando que este senhor da guerra é responsável pela “limpeza étnica” na Síria, nomeadamente contra a população xiita. 

    O Jaish al-Islam, cujo líder foi recentemente eliminado, é um grupo militante que anteriormente proclamou uma aliança com a célula da al-Qaeda na Síria, a Frente al-Nusra. Os dois grupos coordenam as suas ações de combate no território sírio. O Jaish al-Islam é responsável pelos ataques de morteiros contra bairros residenciais de Damasco.

    A Síria está em estado de guerra civil desde 2011. O governo do país luta contra um número de fações de oposição e contra grupos islamistas radicais como o Daesh (também conhecido como “Estado Islâmico”) e a Frente al-Nusra.

    Além dos esforços antiterroristas do exército sírio, em 30 de setembro a Rússia iniciou uma campanha aérea, tendo mais de 50 aviões de combate russos, inclusive Su-24M, Su-25 e Su-34 efetuado ataques de alta precisão contra as posições do Daesh na Síria após pedido do presidente Bashar Assad.

    Tags:
    ofensiva, exército, Jaish al-Islam, Ahrar al-Sham, Zahran Alloush, Damasco, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar