07:58 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    8171
    Nos siga no

    A cooperação entre Rússia e França na luta contra o islamismo extremista na Síria é um passo necessário para levar paz ao Oriente Médio e a todo o mundo, afirmou o general francês Didier Tauzin à Sputnik.

    A declaração de Tauzin foi dada após um encontro oficial entre o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, e seu equivalente francês, Jean-Yves Le Drian.

    Tauzi, que é um general condecorado e conhecido pelo papel exercido em 1994, com a interrupção do genocídio em Ruanda, afirmou que destruir o Daesh é essencial e que ele está feliz com a cooperação entre Rússia e França, já que é preciso um grande exército para combater os terroristas na Síria.

    “A cooperação russo-francesa é uma postura realista na luta contra o Daesh, e esse raciocínio finalmente prevaleceu em Paris. Devemos também juntar forças contra aqueles que apoiam o Daesh”, disse Tauzin à Sputnik.

    O general alertou sobre a Turquia e acusou o país de fazer jogo duplo. Por um lado, a Turquia afirma que quer combater o Daesh ao lado de outros países; por outro, Ancara vem sendo acusada de apoiar terroristas na Síria. Isso precisa ser desmascarado e encarado, disse Tauzin.

    Para o general, a comunidade internacional deve assegurar que, além da Turquia, a Arábia Saudita e o Catar, que também foram acusados de tomar o lado do Daesh nos bastidores, pararam de apoiar os extremistas.

    Enquanto isso, Shoigu e Le Drian concordaram que o Daesh é o inimigo comum e expressaram preocupação com a expansão das atividades do grupo terrorista no norte da África. 


    Mais:

    França pedirá à Rússia para intensificar atividades contra o Daesh
    Hollande: destruição do Daesh é objetivo comum da França e Rússia
    França pede que Rússia entregue à Polônia os destroços do avião de Kaczynski
    Thierry Mariani: França se aproximou da posição russa sobre a Síria
    Autoproclamado seguidor do Daesh esfaqueia professor na França
    Tags:
    terrorismo, cooperação, Estado Islâmico, Daesh, Ministério da Defesa (Rússia), Ministério da Defesa (França), Sergei Shoigu, Jean-Yves Le Drian, Turquia, Síria, Rússia, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar