02:58 18 Fevereiro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente da Rússia, Vladimir Putin, observa um robô antropomórfico em janeiro de 2015

    Moscou terá centro de produção de robôs policiais e militares em 2016

    © AFP 2018 / MIKHAIL KLIMENTYEV / RIA NOVOSTI / AFP
    Mundo
    URL curta
    0 234

    Um centro para o desenvolvimento e produção de robôs policiais e militares será construído em Moscou no ano que vem.

    "O centro de pesquisa compreenderá um parque tecnológico, equipes de engenharia e equipamentos industriais. A ideia é que as equipes que estão envolvidas na concepção e construção de robôs possam ir para esta plataforma e criar o primeiro protótipo sem possuir os meios para fazer isso", disse o presidente da União de Jovens Engenheiros da Rússia, Evgeny Miroshnichenko, citado pelo site M24.ru.

    O Centro de Engenharia começará a funcionar em fevereiro ou março de 2016 e será criado em parceria com a Sociedade Voluntária de Assistência ao Exército, Força Aérea e Marinha. O departamento de engenharia ganhará um prédio inteiro apenas para abrigar seus funcionários.

    Miroshnichenko disse que já existem vários projetos em curso que merecem atenção – segundo ele, as primeiras amostras de pré-produção desses projetos podem surgir antes do outono de 2016 (primavera no hemisfério sul). 

    "Temos uma equipe de São Petersburgo; os caras estão construindo submersíveis de águas profundas. Agora eles estão envolvidos no desenvolvimento de um robô batedor de águas profundas capaz de procurar navios naufragados e de executar atividades de pesquisa", disse ele.

    Outro projeto relatado, segundo Miroshnichenko, prevê o desenvolvimento de um sistema abrangente para interceptar e destruir drones ultraleves.

    Mais:

    Robô bombeiro se alista no serviço militar da Rússia
    Rússia inventa barata-robô
    Rússia testará plataforma robô multitarefas ainda em 2015
    Tags:
    robôs policiais, engenharia, tecnologia, protótipos, produção, pesquisa, drones, robô de combate, robô submarino, robótica, robôs militares, Vladimir Putin, Evgeny Miroshnichenko, São Petersburgo, Moscou, Rússia