21:58 23 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Bandeiras da Rússia e da União Europeia

    Rússia está aberta para diálogo com parlamentos da União Europeia

    © Sputnik/ Vladimir Sergeev
    Mundo
    URL curta
    0 31

    Parlamentares russos estão para manter o diálogo com os parlamentos dos países europeus, incluindo do parlamento ucraniano (Verkhovna Rada). Quem afirma é o chefe do comitê para as relações exteriores da câmara alta do parlamento russo, Konstantin Kosachev.

    "Eu gostaria de confirmar mais uma vez que, mesmo nestas condições difíceis, sempre mantivemos prontidão para contatos diretos e para o diálogo", disse o parlamentar russo em reunião com chefe do comitê para as relações exteriores do Parlamento Europeu, Elmar Brok, nesta sexta-feira.

    Ele acrescentou que isto diz respeito tanto "aos contatos com o Parlamento Europeu quanto com os parlamentos nacionais dos países-membros da União Europeia e os parlamentos de outros países, incluindo a Ucrânia". 

    As relações entre a Rússia e o Ocidente deterioraram-se por conta da situação na Ucrânia. Em julho do ano passado, a UE e os Estados Unidos aplicaram sanções pontuais contra certos indivíduos e empresas da Rússia. Em seguida, foram implementadas medidas restritivas a setores inteiros da economia russa. Em resposta, a Rússia restringiu a importação de produtos alimentares de países que impuseram as sanções. Moscou tem afirmado repetidamente que não tem interferência no conflito interno ucraniano e possui interesse na resolução pacífica do confronto.  

     

    Mais:

    Anistia Internacional: União Europeia pode ser cúmplice das violações da Turquia
    A União Europeia sobrevive mais uma década?
    Sérvia quer que União Europeia siga exemplo da Rússia
    Poderão Portugal e Grécia mudar a União Europeia?
    Reunião de cúpula da União Europeia e Turquia será realizada no domingo em Bruxelas
    Tags:
    parlamento, diálogo, Parlamento Europeu, Conselho da Federação, Konstantin Kosachev, Ucrânia, União Europeia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik