06:49 22 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Fuzis AK-47 em esconderijo de rebeldes sírios na cidade de Aleppo

    Top 6 das armas mais usadas pelos terroristas do Daesh

    © AFP 2019 / DIMITAR DILKOFF
    Mundo
    URL curta
    21259

    O grupo terrorista Daesh, também conhecido como ISIL, ISIS ou Estado Islâmico, não conta apenas com a diversidade nacional de seus combatentes, vindos de mais de 80 países, mas também com uma grande coleção de armas e equipamentos militares fabricados em todo o mundo.

    Os terroristas foram vistos usando armas não só de diferentes épocas, mas também de diferentes países. Não é incomum ver os jihadistas usando os antigos rifles soviéticos AK em conjunto com os fuzis de assalto M16 fabricados nos EUA, por exemplo. 

    A Sputnik compilou uma lista das armas de pequeno porte mais comumente usadas pelo Daesh. Confira:

    Rifles Kalashnikov

    O AK-47 é um dos modelos de fuzis de assalto mais usados no mundo, e o Oriente Médio não é uma exceção. Quando o Daesh tomou o controle sobre grandes porções da Síria, os terroristas encontraram muitos desses fuzis soviéticos e de fabricação russa em depósitos de armas pertencentes ao Exército Sírio.

    General Mikhail Kalashnikov, engenheiro militar russo famoso pela criação dos rifles de assalto AK-47, AKM, AK-74 e da metralhadora PK. O rifle de assalto AK-47 é o mais popular e amplamente utilizado no mundo. É conhecido por sua confiabilidade em mais diversas condições e pela facilidade no manuseio.
    © AP Photo / Vladimir Vyatkin
    General Mikhail Kalashnikov, engenheiro militar russo famoso pela criação dos rifles de assalto AK-47, AKM, AK-74 e da metralhadora PK. O rifle de assalto AK-47 é o mais popular e amplamente utilizado no mundo. É conhecido por sua confiabilidade em mais diversas condições e pela facilidade no manuseio.

    Rifles M16

    Depois de derrotar milícias iraquianas e rebeldes sírios, o Daesh também herdou as armas norte-americanas que estavam em posse daqueles grupos. Além disso, alguns rebeldes sírios, apoiados e treinados previamente por militares dos EUA, acabaram se juntando às fileiras do grupo terrorista, enquanto muitos outros desertaram, deixando para trás, à disposição do Daesh, as armas que Washington havia lhes fornecido.

    Heckler & Koch MP5

    Com design alemão, a versátil submetralhadora de 9 mm fabricada desde a década de 1960 também figura na lista das armas mais populares do planeta. O modelo é considerado padrão nas principais unidades de operações especiais do mundo, sendo adotado por pelo menos 40 nações. Por meio de várias rotas ilegais, um grande número de submetralhadoras MP5 chegou à Síria e ao Iraque, onde foram rapidamente adicionadas ao arsenal do Daesh.

    FN FAL

    Popularmente conhecido no Brasil como “sete meia dois”, o fuzil de assalto ligeiro de 7,62mm produzido pela empresa belga Fabrique Nationale (FN) foi amplamente utilizado pela maioria dos países da OTAN durante a Guerra Fria, com a exceção dos EUA, a tal ponto que a arma foi apelidada de "o braço direito do Mundo Livre". Devido à sua popularidade e uso global, os terroristas do Daesh também não tiveram problemas para conseguir o FN FAL.

    Metralhadora leve RPK

    Desenvolvida por ninguém menos que Mikhail Kalashnikov no final da década de 1950, a RPK soviética de calibre 7,62 x 39 mm é uma das favoritas do Daesh para aumentar seu poder de fogo portátil. A metralhadora tem sido amplamente usada em campos de batalha em todo o Oriente Médio. O Daesh, particularmente, apreendeu uma grande quantidade delas nos depósitos de armas da Síria, durante suas campanhas de expansão no país.

    Metralhadora Leve RPK
    © Sputnik / Andrey Stenin
    Metralhadora Leve RPK

    Rifle Sniper Dragunov

    O fuzil semiautomático para franco-atiradores rifle Dragunov é outra criação soviética popular entre os militantes do Daesh. Usado oficialmente em mais de 30 países, incluindo os vizinhos Irã e Iraque, é fácil imaginar como o velho rifle soviético acabou nas mãos dos terroristas islâmicos da região.

    Um atirador (foto de arquivo)
    © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy
    Um atirador (foto de arquivo)

    Mais:

    Autoproclamado seguidor do Daesh esfaqueia professor na França
    Companhias suíças são pegas exportando petróleo ilegal do Daesh
    Sem refúgio: Forças sírias bombardeiam o Daesh em Homs, Aleppo e Hama
    Tags:
    terroristas, sniper, franco-atiradores, fuzil de assalto, rifle, submetralhadora, metralhadora, armas, Dragunov, RPK, FN FAL, Heckler & Koch MP5, M16, AK-47, Guerra Fria, Fabrique Nationale, OTAN, Consórcio Kalashnikov, Estado Islâmico, ISIL, ISIS, Daesh, Alemanha, Bélgica, EUA, URSS, Rússia, Iraque, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar