08:44 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    28234
    Nos siga no

    Comerciantes de petróleo da Suíça podem ter se metido em problemas após a revelação de que eles regularmente importaram petróleo dos terminais na Turquia onde o Daesh, autodenominado Estado Islâmico, vendia seu petróleo ilegal, informa o jornal suíço Le Matin.

    O jornal obteve documentos comprovativos de que várias grandes empresas de comércio de petróleo do país exportaram petróleo da cidade turca de Ceyhan, um dos lugares no país onde o petróleo extraído pelo Daesh foi vendido.

    "O risco [de as empresas suíças importarem petróleo do Daesh] é muito alto", disse Jean-Charles Brisard, um especialista francês em financiamento do terrorismo citado pelo Le Matin.

    Como o grupo terrorista vende o combustível por um preço mais barato do que seu preço de mercado oficial, muitos compradores não se importaram de comprá-lo, embora houvesse uma proibição oficial de comprar petróleo extraído a partir de territórios controlados pelo Daesh.

    Uma vez que o petróleo foi trazido para a Turquia, foi transportado para vários portos em todo o país, incluindo Ceyhan, que é uma porta de entrada para o Mar Mediterrâneo. De lá, ele estava disponível para clientes internacionais, informou o jornal.

    Uma investigação realizada pela publicação mostra que várias empresas suíças recentemente compraram petróleo do porto de Ceyhan.

    Anteriormente, soube-se que o Daesh transporta petróleo e produtos petrolíferos para a Turquia através de um sistema complexo que envolve uma ampla rede de intermediários.

    A Turquia tem sido o principal destino dos produtos petrolíferos roubados pelo Daesh de numerosos campos petrolíferos no Iraque e na Síria. No início de dezembro, o Ministério da Defesa da Rússia divulgou imagens de satélite que mostram colunas de caminhões saindo dos territórios controlados pelos militantes islâmicos em direção à Turquia.

    Mais:

    Filho de Erdogan nega envolvimento em contrabando de petróleo do Daesh
    Daesh substitui contrabando de petróleo por drogas
    Filho de Erdogan é ‘ministro do Petróleo do Daesh’?
    Tags:
    financiamento do terrorismo, petróleo ilegal, importação, exportação, contrabando, petróleo, Ministério da Defesa, Estado Islâmico, Daesh, Rússia, Síria, Iraque, Mar Mediterrâneo, Ceyhan, Turquia, Suíça
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar