12:30 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Policiais alemães fazem blitz em Berlim.

    Alemanha desconfia de 430 possíveis terroristas que podem atacar o país a qualquer momento

    © AFP 2019 / John McDougall
    Mundo
    URL curta
    931

    O chefe do Serviço Federal da Alemanha para a Proteção da Constituição (BfV), Hans-Georg Maassen, em entrevista à emissora de TV MDR , afirmou que o país tem mais de 1.100 islâmicos violentos, dos quais 430 são considerados tão perigosos que podem atacar a qualquer momento.

    O número significa uma estimativa de pessoas rastreadas pelo BfV e considerados violentamente perigosas. Massen observou que o número de salafistas, um termo para os fundamentalistas islâmicos com intenções jihadistas, tem aumentado rapidamente na Alemanha em meio à crise de refugiados.

    Massen afirmou que “existem atualmente cerca de 8.350 salafistas na Alemanha. O número tem aumentado rapidamente nos últimos meses. No final de setembro, o número era de 7900”. De acordo com ele, o país é um foco dos grupos terroristas Daesh (Estado Islâmico) e Al-Qaeda.

    Tags:
    crise, ataque, entrada, refugiados, jihadistas, salafistas, perigosos, violentos, islâmicos, terroristas, Al-Qaeda, Estado Islâmico, Daesh, BfV, Serviço Federal para a Proteção da Constituição da Alemanha, Hans-Georg Maassen, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar