15:53 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)
    27782
    Nos siga no

    O presidente da Rússia Vladimir Putin ordenou nesta sexta-feira (11), durante uma coletiva de imprensa do Ministério da Defesa do país, os militares a responder com extremo rigor a quaisquer ameaças sofridas por eles na Síria.

    "Quero alertar a aqueles que estiverem novamente tentando organizar quaisquer tipos de provocações contra nossos soldados. Nós já tomamos medidas adicionais para garantir a seguranças de militares russos e da nossa base aérea [na Síria]. Ela foi reforçada com novas esquadrilhas e sistemas de defesa anti-aérea" – disse Putin.

    "Todas as ações da aviação de ataque estão sendo realizadas sob cobertura de caças. Ordeno agir com extremo rigor. Quaisquer alvos que ameaçarem a esquadrilha russa ou a nossa infra-estrutura de solo estão sujeitos a destruição imediata" – destacou o presidente russo.

    Em paralelo a isso, Putin encorajou os militares russos a desenvolver a cooperação com outros países que também estão interessados em eliminar os terroristas. Nesse sentido, ele destacou que a Força Aeroespacial russa coopera com a Força Aérea israelense e a aviação da coalizão internacional liderada pelos EUA para evitar incidentes.

    Desde 30 de setembro a Rússia realiza na Síria uma operação militar contra o Daesh e outros grupos terroristas a pedido do Presidente Bashar Assad.

    Chanceler da Rússia, Sergei Lavrov.
    © Sputnik / Evgeny Biyatov
    A guerra civil na Síria dura desde 2011 e já causou a morte de mais de 230 mil pessoas, segundo os dados da ONU. O governo sírio luta contra vários grupos rebeldes e organizações militares, incluindo a Frente al-Nusra e o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico).

    Os EUA, que lideram uma coalizão internacional na região, exigem a renúncia do presidente da Síria Bashar Assad e são contrários ao fornecimento de qualquer ajuda a Damasco. A Rússia, por sua vez, busca o diálogo entre as partes do conflito e exorta a coalizão a cooperar com as autoridades sírias sob a égide do Conselho de Segurança da ONU na luta contra o Daesh.

    Tema:
    Aviação russa combate terrorismo na Síria (111)

    Mais:

    Oposição síria exige saída de Assad logo no início do período de transição
    Força Aérea da Síria destrói 3 postos de comando e 3 comboios do Daesh
    Lavrov e Kerry estudam convocar nova reunião internacional sobre Síria
    Tags:
    militares, resposta, ameaça, Daesh, Estado Islâmico, Vladimir Putin, Síria, Ocidente, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar