09:51 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    5171
    Nos siga no

    O Iraque exortou os membros do Conselho de Segurança da ONU a tomarem uma posição internacional única sobre a presença de forças militares turcas em seu território, afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraquiano, Ahmad Jamal, nesta quinta-feira (10).

    O assessor relatou ainda que a chancelaria do Iraque também pediu que a Liga Árabe realize uma assembleia de emergência de ministros estrangeiros para formular uma postura árabe sobre a questão da invasão turca.

    “O Ministério das Relações Exteriores contatou os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, bem como de alguns outros Estados amigos para examinar e adotar uma posição internacional sobre a violação da soberania do Iraque pela Turquia”, disse Jamal à emissora de TV Al Sumaria.

    O apelo do Iraque aconteceu depois que o Conselho de Segurança se reuniu a portas fechadas, na quarta-feira (9), para analisar a questão a pedido da Rússia. Em 4 de dezembro, a Turquia implantou aproximadamente 150 soldados e 25 tanques em uma base na província iraquiana de Nínive sem a aprovação de Bagdá.

    De acordo com Ancara, o objetivo era dar segurança aos soldados turcos implantados anteriormente na base para treinar a milícia curda que está lutando contra o Daesh (também conhecido como Estado Islâmico, grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países).

    O Iraque rejeitou as alegações, salientando que as forças turcas não tinham sido solicitadas.

    Tags:
    encontro, reunião, milícia curda, terroristas, tanques, militares, aprovação, posição, invasão, Conselho de Segurança da ONU, Nações Unidas, ONU, Estado Islâmico, Daesh, Bagdá, Ancara, Nínive, Iraque, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar