03:14 27 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    11722
    Nos siga no

    Ativistas de direitos humanos relataram dezenas de mortes de civis na Síria devido aos ataques aéreos liderados pelos EUA. A informação foi divulgada pelo Ministério da Defesa russo nesta quarta-feira (9).

    "Ataques aéreos imprecisos conduzidos pela coalizão liderada pelos Estados Unidos estão matando mais e mais inocentes do povo sírio. Como resultado de um ataque aéreo sobre Al-Khan dezenas de civis foram mortos, segundo o Observatório Sírio para Direitos Humanos", observou o porta-voz do ministério russo, Igor Konashenkov.

    "No decorrer de toda a nossa operação na Síria temos fornecido dados sobre o nosso trabalho militar, incluindo sobre ataques a alvos, além disso, temos feito isso regularmente. Ao contrário dos nossos colegas da coalizão anti-Daesh, que apenas se orgulha de seu sucesso enquanto esconde detalhes e fatos", acrescentou o porta-voz. 

    "Esta é, sem dúvida, a sua escolha… Mas achamos estranho que eles tentam usar a mesma abordagem quando eles tentam avaliar o nosso trabalho contra os terroristas na Síria", disse Konashenkov, acrescentando que quanto mais fortes e mais pontuais são os ataques russos sobre os terroristas, mais os colegas ocidentais explodem em críticas, tentando distrair o público por qualquer meio.

    A Rússia realiza desde 30 de setembro ataques aéreos contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria. A operação aérea russa foi desencadeada por um pedido de ajuda militar enviado a Moscou pelo presidente da Síria, Bashar Assad.

    Segundo o ministério da Defesa da Rússia, apenas na semana passada (entre 26 de novembro de 4 de dezembro), a aviação russa realizou 431 voos de combate contra posições do Daesh na Síria, atingindo um total de 1458 alvos terroristas.


    Mais:

    Estariam os EUA ficando sem bombas para lançar sobre o Daesh?
    Aviões russos atacam 204 alvos do Daesh na Síria nas últimas 24 horas
    Especialista: Arábia Saudita, Turquia, EUA, entre outros países, tornaram Daesh um monstro
    Rússia: ampla coalizão contra Daesh é possível
    Lavrov: demissão de Assad pode favorecer Daesh na Síria
    Tags:
    coalizão, civis, morte, operação, Daesh, Estado Islâmico, Igor Konashenkov, Rússia, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar