16:55 20 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Dmitry Peskov, porta-voz do Kremlin

    Kremlin desconhece suposta presença de submarino russo na costa da Síria

    © Sputnik/ Natalia Seliverstova
    Mundo
    URL curta
    4111781

    O porta-voz oficial do governo russo, Dmitry Peskov, declarou nesta terça-feira (8) que o Kremlin não possui informações sobre a suposta presença do submarino russo Roston-on-Don, equipado com mísseis de cruzeiro, no Mar Mediterrâneo, próximo à costa da Síria.

    A informação havia sido divulgada mais cedo pela mídia russa como citação de uma fonte não identificada ligada aos meios militares do país, alegando que a embarcação estaria equipada com mísseis semelhantes aos utilizados pelos navios da Frota do Cáspio da Marinha da Rússia nos ataques a alvos do Daesh (Estado Islâmico) na Síria.

    No dia 7 de outubro, embarcações russas implantadas no Mar Cáspio lançaram 26 mísseis Kalibr contra posições e infraestruturas terroristas em território sírio. Todos os foguetes atingiram seus alvos.

    "Essa pergunta deveria ser dirigida aos militares, eu não disponho dessa informação" – disse Peskov aos jornalistas ao comentar a questão.

    O porta-voz comentou ainda a questão da presença militar ilegal da Turquia no Iraque. Nas suas palavras o Kremlin também não possui nenhuma informação sobre a intenção da Rússia em levantar este assunto no Conselho de Segurança da ONU, as relativas perguntas devendo ser dirigidas ao Ministério da Defesa russo.

    A Turquia foi acusada pelas autoridades iraquianas de violar a soberania do seu país através da implementação de suas tropas no norte do Iraque, na semana passada. A presença militar turca em território iraquiano foi tachada de inaceitável pelo ministério das Relações Exteriores da Rússia.

    Mais:

    Submarino russo com mísseis de cruzeiro estaria na costa da Síria
    Aviação russa atinge 1458 alvos do Daesh (EI) na Síria em uma semana
    Submarino russo conclui testes e segue para o Mar Negro
    Tags:
    costa, mísseis de cruzeiro, submarino, Kremlin, Dmitry Peskov, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik