18:59 23 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Dilma Rousseff é recebida por Barack Obama

    Barack Obama telefona para Dilma Rousseff para ajustar posições climáticas

    © AP Photo/ Carolyn Kaster
    Mundo
    URL curta
    442112

    O presidente norte-americano, Barack Obama, telefonou na noite de segunda-feira (7) para a presidente Dilma Rousseff para reforçar a coordenação das posições de Brasil e EUA na questão do clima, informou nesta terça-feira (8) a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, segundo publicou a Agência Brasil.

    De acordo com o Palácio do Planalto, o objetivo de ambos os países é alcançar “um acordo ambicioso, justo e consistente” com o limite de aumento de temperatura de 2 graus Celsius neste século, na 21ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), em Paris.

    O Planalto informou que Dilma e Obama conversaram sobre os temas relativos à diferenciação, um dos quatro eixos principais da COP21, em Paris. O Brasil tem, neste eixo, o papel de cofacilitador das negociações por meio da liderança da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Os demais temas em discussão são mitigação, redução das emissões de gases de efeito estufa, financiamento e transparência na implementação das metas de redução das emissões.

    “Os presidentes reforçaram a necessidade dos respectivos chefes de delegação seguirem coordenando suas posições com vistas ao sucesso das negociações do Acordo de Paris”, diz, em nota, o Planalto.

    Segundo o secretário-executivo do Observatório do Clima, Carlos Rittl, uma das principais discussões em Paris é a diferenciação entre os países em relação à mitigação e ao financiamento para apoiar ações de redução de emissões e de adaptação às mudanças climáticas em países em desenvolvimento, especialmente os mais pobres, informou a Agência Brasil.

    A COP21 entrou na segunda-feira na semana decisiva de negociações em que o alto escalão ministerial vai se debruçar sobre o rascunho de 48 páginas do novo acordo global climático, finalizado no sábado (5). Os ministros de 195 países e da União Europeia devem aprovar o texto até sexta-feira (11).

    Tags:
    mitigação, ajustar posições, temperatura, gases de efeito estufa, metas, mudanças climáticas, coordenação, telefonema, redução, meio ambiente, ecologia, negociações, Acordo de Paris, COP 21, Observatório do Clima, Nações Unidas, União Europeia, ONU, Carlos Rittl, Izabella Teixeira, Barack Obama, Dilma Rousseff, EUA, Paris, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik