02:09 18 Agosto 2017
Ouvir Rádio
    Militantes rebeldes da oposição síria

    EUA estariam tentando montar centro para infiltrar rebeldes na Síria

    © REUTERS/ Ammar Abdullah
    Mundo
    URL curta
    131636221

    O site de notícias Al-Rai, do Kuwait, denunciou que os EUA estariam pressionando a Jordânia para criar um centro de concentração de “dissidentes armados” para se infiltrarem na Síria. O portal, com relatos de uma fonte diplomática, divulgou que os rebeldes reunidos por Washington atravessariam a fronteira entre os países árabes.

    Amã não teria concordado com a iniciativa, mas as autoridades norte-americanas continuariam tentando persuadir a Jordânia. Em maio, os EUA chegaram a anunciar que 400 instrutores militares do país estavam prontos para seguir para territórios turcos e jordanianos e preparar 3.000 militantes para lutarem contra as forças oficiais sírias.

    Desde 30 de setembro, quando a Rússia começou, a pedido de Damasco, a fazer ataques aéreos contra alvos terroristas na Síria, aproximadamente 3.000 extremistas fugiram do país árabe atravessando a fronteira com a Jordânia. Segundo a agência iraniana FARS, os EUA conseguiram fazer 1 mil voltarem para combater contra as forças do presidente Bashar Assad.

    Tags:
    instrutores, extremistas, terroristas, militantes, infiltrar, fronteira, rebeldes, Bashar Assad, Kwait, Rússia, Síria, Damasco, Washington, EUA, Amã, Jordânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik