04:32 24 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    88836
    Nos siga no

    O Ministério das Relações Exteriores da Síria enviou nesta segunda-feira (7) um protesto oficial ao Conselho de Segurança da ONU pelos ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA a instalações do Exército sírio em Deir ez-Zor, noticiou a agência SANA.

    “A Síria condena veementemente o ato de agressão pela coalizão liderada pelos EUA, que contradiz a Carta das Nações Unidas sobre seus objetivos e princípios. O Ministério das Relações Exteriores enviou cartas ao Secretário-Geral da ONU e ao Conselho de Segurança das Nações Unidas”, relatou a pasta em nota.

    Ataques aéreos liderados pelos EUA a um quartel do Exército sírio mostram que a coalizão internacional não é séria e sincera em sua luta contra o terrorismo, disse o Ministério das Relações Exteriores sírio.

    De acordo com a chancelaria síria, quatro aeronaves da coalizão lançaram nove mísseis em instalações do Exército na noite de domingo (6), matando pelo quatro soldados e ferindo outros 13, segundo informou o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahmane. O ataque aéreo também destruiu três veículos blindados, quatro veículos militares, duas metralhadoras e um depósito de munição.

    Tags:
    agressão, morte, ataque, protesto, coalizão, Carta das Nações Unidas, Exército, Conselho de Segurança da ONU, ONU, Nações Unidas, Observatório Sírio dos Direitos Humanos, Rami Abdel Rahman, Deir ez-Zor, EUA, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar