21:30 20 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, aguarda o secretário de Estado dos EUA para uma reunião bilateral, no âmbito do conselho ministerial da OSCE em Belgrado

    OSCE aprovou declaração antiterrorista de iniciativa da Rússia

    © AFP 2019 /
    Mundo
    URL curta
    3162

    Os ministros das Relações Exteriores dos países membros da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa) assinaram a declaração final de combate ao terrorismo, de iniciativa russa, anunciou o representante da Rússia na organização, Aleksandr Lukashevich, no âmbito da conferência ministerial do órgão em Belgrado.

    "Foi possível aprovar uma série de documentos muito importantes, que colocam objetivos concretos para a nossa organização. Entre estes, uma declaração clara e de conteúdo sobre combate ao terrorismo, que foi uma iniciativa da Federação da Rússia", disse o diplomata. 

    Ele destacou que durante a reunião aconteceu uma conversa séria, que confirmou a necessidade de "deixar de lado tudo que não estiver relacionado à luta contra o terrorismo".

    A imprensa europeia antecipou que a declaração de combate ao terrorismo seria o documento principal a ser assinado no âmbito da reunião de dois dias do conselho de ministros das Relações Exteriores da OSCE.

    O ministro de Relações Exteriores da Sérvia, Ivica Dacic, atual presidente da OSCE, confirmou que os países membros da organização deram ênfase especial ao tema de combate ao terrorismo. 

    "Um a ênfase especial foi feita sobre a problemática do combate ao terrorismo em todas as suas formas e manifestações, incluindo o fenômeno de militantes terroristas estrangeiros. O mesmo se aplicou aos temas de luta contra a radicalização e o extremismo violento, que podem levar ao terrorismo", destacou Dacic em sua declaração aos jornalistas.

    Tags:
    antiterrorismo, terrorismo, Conselho dos Ministros das Relações Exteriores da OSCE, OSCE, Alexander Lukashevich, Ivica Dacic, Sérvia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar