15:11 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    François Hollande, presidente da França, e Jean-Yves Le Drian, ministro da Defesa da França, no porta-aviões Charles de Gaulle

    Hollande visita porta-aviões Charles de Gaulle

    © REUTERS / Philippe de Poulpiquet/Pool
    Mundo
    URL curta
    673
    Nos siga no

    O presidente da França, François Hollande, chegou ao porta-aviões francês Charles de Gaulle, posicionado no Mar Mediterrâneo para participar das operações contra o grupo jihadista Daesh, também conhecido como Estado Islâmico.

    O líder, acompanhado entre outros pelo ministro de Defesa francês, Jean-Yves Le Drian, deve se reunir com os pilotos e técnicos que se encontram no navio que transporta cerca de duas mil pessoas.

    No porta-aviões, Hollande fará um discurso e assistirá à decolagem de aviões de combate Rafale e Super-Etendard, que partirão para realização de missões.

    No fim de novembro, o Palácio Eliseu anunciou o posicionamento no leste do Mediterrâneo de um grupo aeronaval encabeçado pelo posta-aviões Charles de Gaulle a fim de combater o Daesh e outros grupos terroristas.

    Mais:

    Putin e Hollande determinados a punir autores de atentados contra seus cidadãos
    Hollande: França usará porta-aviões para causar danos máximos ao Estado Islâmico
    Hollande manda França aumentar intensidade de ataques contra Estado Islâmico
    Hollande: Estado Islâmico é o grande inimigo da França, e não Assad
    Tags:
    terrorismo, combate, visita, porta-aviões, Rafale, Charles de Gaulle, Palácio Eliseu, Estado Islâmico, Daesh, Jean Charles de Menezes, François Hollande, Síria, Mar Mediterrâneo, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar