19:47 16 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Fronteira turco-síria.

    Turquia não quer fechar fronteira por onde entraria petróleo dos terroristas

    © REUTERS / Osman Orsal
    Mundo
    URL curta
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    9016
    Nos siga no

    A Turquia recusou as exigências dos EUA para fechar a parte da fronteira com a Síria controlada por militantes do Daesh (também conhecido como Estado Islâmico, grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países), conforme publicou a imprensa local.

    Ancara argumenta que é impossível fechar a fronteira, pois as forças terroristas iriam responder, de acordo com The Hurriyet Daily News. O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, também ressaltou que, com a fronteira fechada, a Turquia não poderá aceitar os refugiados da Síria.

    No entanto, o fechamento da fronteira ao longo da área controlada pelo Daesh criaria um obstáculo para o contrabando de petróleo dos terroristas. Recentemente, a Rússia acusou Ancara de comprar o óleo ilegal de militantes na Síria e transportá-lo para o outro lado da fronteira turco-síria.

    O Ministério da Defesa russo forneceu elementos de prova de que a Turquia compra o petróleo ilegal, incluindo imagens de caminhões-tanque de transporte perto da fronteira. A pasta afirmou que o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e sua família estão envolvidos no negócio.

    Mais cedo, Washington propôs fechar 98 quilômetros da fronteira turco-síria e enviar forças adicionais para a área. De acordo com estimativas, a medida exigiria cerca de 30.000 homens e torres de vigia a cada três metros ao longo da fronteira.

    Davutoglu disse que o município não tem dinheiro suficiente e pediu aos EUA para financiar parcialmente a iniciativa. Anteriormente, o representante do Departamento de Estado norte-americano admitiu que óleo ilegal da Síria foi entregue ao mercado turco. Os EUA afirmaram que não acreditavam que Erdogan estivesse envolvido.

    Tema:
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    Tags:
    pedido, transporte, refugiados, caminhões-tanques, provas, militantes, terroristas, fechamento, envolvimento, fronteira, contrabando, petróleo, Departamento de Estado, Ministério da Defesa, Daesh, Estado Islâmico, Ahmet Davutoglu, Recep Tayyip Erdogan, Washington, EUA, Rússia, Ancara, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar