16:07 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Refinaria perto da cidade de Ramlan, Síria, 20 de outubro de 2015

    Como é que a Turquia negocia com Daesh?

    © AFP 2019 / Fabio Bucciarelli
    Mundo
    URL curta
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    11251
    Nos siga no

    A Turquia coopera com a Daesh (também conhecido como “Estado Islâmico”) em várias áreas mas somente o seu comércio ilegal de petróleo se tornou o foco da atenção da mídia, informou o jornal austríaco Die Presse.

    O mecanismo dos negócios duvidosos é simples.

    O grupo jihadista que tomou o controle de muitas jazidas petrolíferas no Iraque e na Síria tem vendido petróleo na cidade curda de Zakho, que fica perto da fronteira com a Turquia. Um corretor turco, de acordo com o Die Presse, leva a matéria-prima, que recebe todos os documentos oficiais no leilão em Zakho, para os portos Mersin, Ceyhan e Dortyol.

    Segundo algumas estimativas, o Daesh ganhou cerca de 500 milhões de dólares exportando petróleo ilegal desde o início de 2015. O grupo terrorista alegadamente produz até 50 mil barris por dia.

    Todavia, Zakho não é o único destino para o petróleo ilegal que é transportado para a Turquia através da fronteira.

    “Entre outras coisas, o grupo jihadista controla praticamente 100 km da fronteira entre as cidades de Jarabulus e Kilis que os militantes usam para contrabandear armas, dinheiro, antiguidades e comida bem como deslocar militantes do Daesh para o centro [do chamado “califado” – zona controlada pelos terroristas] e na direção contrária”, informou o jornal austríaco.

    A Turquia repetidamente prometeu fechar a fronteira com a Síria. Na semana passada, segundo as informações na mídia, a Casa Branca insistiu que Erdogan enviasse tropas para garantir a segurança da região fronteiriça infortunada mas Ancara nada fez para prevenir que os militantes atravessassem a fronteira.

    Isso coloca a questão do caráter de intenções que tem Ancara quando se trata do problema enfrentado por todo o mundo.

    Embora a Turquia se juntasse à coalizão liderada pelos EUA  para derrubar o Daesh, com efeito lançou ataques aéreos contra o curdos alvejando as posições da ala militar do Partido dos Trabalhadores do Curdistão no norte do Iraque e Unidades de Proteção Popular no norte da Síria. A operação anticurda da Turquia enfraquece as forças terrestres que por muito tempo lutaram contra o Daesh.

    Tema:
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    Tags:
    petróleo, comércio, Daesh, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar