06:41 09 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    37234
    Nos siga no

    Não haverá colaboração do Bundeswehr no quadro com a missão militar na Síria com as forças do presidente Bashar Assad, disse a jornalistas durante o briefing a ministra da Defesa alemã Ursula von der Leyen.

    “É claro que não haverá colaboração com as forças de Assad”, disse. 

    A guerra civil na Síria dura desde 2011 e já causou a morte de mais de 250 mil pessoas, segundo os dados da ONU. O governo sírio luta contra os vários grupos rebeldes e organizações militares, incluindo a Frente al-Nusra e o grupo terrorista Estado Islâmico. 

    Os EUA e os seus aliados exigem a renúncia do presidente da Síria Bashar Assad e estão contra o fornecimento de qualquer ajuda a Damasco. A Rússia e o Irã, por sua vez, insistem no caráter legítimo do governo de Assad e apoiam-no na luta contra elementos terroristas na Síria. 

    O governo da Alemanha aprovou nesta terça-feira (1) a participação das Forças Armadas do país à Síria para combater o Daesh (também conhecido como o Estado Islâmico).

    Segundo a Reuters, que cita uma fonte no gabinete de ministros alemão, o país pretende enviar cerca de 1,2 mil militares na sua operação.

    Tags:
    Exército, Bashar Assad, Ursula von der Leyen, Síria, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar