00:50 28 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    101741
    Nos siga no

    O Japão tenciona continuar negociações intensas com a Rússia visando assinar o tratado de paz e encontrar a solução do assunto das ilhas Curilas, disse o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, nesta quinta-feira (3).

    "Pretendemos continuar negociações persistentes [com a Rússia] para realizar o sonho de há muito tempo dos habitantes das ilhas", disse Abe na sua conversa com o prefeito da cidade de Nemuro, onde agora moram alguns dos antigos habitantes das Curilas.

    O Japão continua a observar com cautela as atividades da Rússia nas ilhas Curilas e reagirá adequadamente, afirmou o secretário do chefe do gabinete do Japão, Yoshihide Suga.

    Nesta semana, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou os planos da Rússia de construir pelo menos 392 edifícios e outras estruturas incluindo guarnições com infraestruturas desenvolvidas nas ilhas de Kunashir e Iturup.

    O Japão e a Rússia nunca assinaram um acordo de paz permanente depois da Segunda Guerra Mundial por causa das divergências sobre a soberania de quatro ilhas (Iturup, Kunashir, Shikotan e Habomai) que a Rússia considera as ilhas Curilas do Sul e o Japão denomina Territórios do Norte.

    O Japão reclama estas ilhas, alegando como base o Tratado Bilateral sobre o Comércio e Fronteiras, assinado com Moscou em 1855.

    Moscou, por seu turno, parte da ideia que as ilhas Curilas do Sul se tornaram parte da União Soviética depois da Segunda Guerra Mundial e que a soberania russa sobre as ilhas não pode ser colocada em dúvida.

    Tags:
    disputa territorial, negociações, Shinzo Abe, Ilhas Curilas, Japão, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar