22:16 22 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    29461
    Nos siga no

    A Sputnik acompanhou ao vivo a entrevista coletiva do Ministério da Defesa da Rússia. Confira os momentos mais marcantes!

    Ordenar as mensagens
    • 11:03

      Em dois meses, a Força Aérea russa alvejou 32 fábricas e 11 refinarias do Daesh na Síria, informou o Estado-Maior da Rússia.

       

    • 10:43

      O briefing dedicado ao contrabando de petróleo pelo Daesh terminou.

    • 10:43

      O Ministério da Defesa russo prometeu publicar no seu site oficial mais documentos que provam a informação fornecida durante o briefing. A Sputnik irá acompanhar o desenvolvimento da situação.

    • 10:37

      Na sequência da operação russa, a renda dos terroristas com a venda ilegal de petróleo diminui de 3 para 1,5 milhões de dólares por dia, diz o Estado-Maior da Rússia. A Rússia irá dedicar-se à destruição do negócio ilegal de petróleo na Síria e apela a todos para se juntarem a este processo fora da Síria.

    • 10:34
      Provas apresentadas pelo Ministério da Defesa russo durante coletiva. 2 de fevereiro, 2015
      © Foto / YouTube/Printscreen
    • 10:31

      Ele disse que o Ministério da Defesa irá no futuro divulgar mais evidências sobre tráfico de petróleo do Daesh e apelou aos jornalistas para fazerem investigações sobre estes fatos!

    • 10:29

      Antonov: os turcos roubam petróleo iraquiano e sírio!

    • 10:29

      Ele pediu desculpa pela aspereza, mas “por causa do lado turco, morreram os nossos camaradas de combate”.

    • 10:27

      Erdogan não resignará mesmo que o rosto dele seja pintado com petróleo roubado, diz o vice-ministro russo Antonov.

    • 10:26
      Ataques aéreos russos contra caminhões-cisternas do EI na Síria

      EUA se recusam a atacar caminhões-cisterna do Estado Islâmico que vão para a Turquia

      O exército americano se recusa a atacar os caminhões do Estado Islâmico que contrabandeiam petróleo sírio e iraquiano para a Turquia, alegando que são alvos civis, disse um proeminente político iraquiano.
      Mostrar mais
    • 10:26

      Estes caminhões atravessam sem obstáculos a fronteira entre o Iraque e a Turquia. Apelamos à coalizão internacional para alvejar alvos petrolíferos do Daesh no Iraque.

    • 10:24

      Quanto ao Iraque, a coalizão internacional liderada pelos EUA que atua neste país não destrói caminhões-cisterna do Daesh.

    • 10:21

      Rudskoi também abordou a questão ecológica do contrabando de petróleo pelo Daesh. Segundo ele, a maneira de extrair e transportar o petróleo é absolutamente bárbara – há fotos de lagos de petróleo no meio do deserto. Tudo isto é uma ameaça para o meio ambiente.

    • 10:57
      Sergei Rudskoi, vice-chefe do departamento operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia durante a coletiva do Ministério da Defesa russo. 2 de fevereiro, 2015
      Ministério da Defesa da Rússia

      Sergei Rudskoi, vice-chefe do departamento operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia durante a coletiva do Ministério da Defesa russo. 2 de fevereiro, 2015

    • 10:19

      Os ataques dos aviões russos conseguiram reduzir o fluxo de caminhões que transportam petróleo contrabandeado.

    • 10:18

      Parte do petróleo contrabandeado é processada no território turco, outra parte é exportada por via marítima.

    • 10:17

      Apesar das hostilidades, há um movimento permanente de caminhões-cisterna através da fronteira entre a Turquia e as partes da Síria controladas por terroristas.

      Acompanhe o vídeo e veja as fotos que provam as palavras do departamento militar russo.

      Há um movimento permanente de caminhões-cisterna através da fronteira entre a Turquia e as partes da Síria controladas por terroristas
      © Foto / Printscreen/YouTube
    • 10:15

      Agora Sergei Rudskoi, vice-chefe do departamento operacional do Estado-Maior das Forças Armadas da Rússia, mostra as rotas do contrabando de petróleo efetuado pelo Daesh em direção à Turquia.

    • 10:14

      Em dois meses, a Força Aérea russa alvejou 32 fábricas e 11 refinarias do Daesh na Síria, informou o Estado-Maior da Rússia.

       

    • 10:12

      Vamos mostrar fatos incontestáveis de que o destino final deste petróleo roubado é a Turquia, diz Antonov.

    • 10:27
      Cartaz da campanha eleitoral de Recep Tayyip Erdogan, onde se lê Vencemos!

      Os negócios duvidosos da família de 'Don Erdogan'

      Um ex-deputado do maior partido da oposição da Turquia concedeu uma entrevista à Sputnik Turquia comentando o papel da Turquia no comércio ilegal de petróleo por parte do EI e de outros grupos terroristas.
      Mostrar mais
    • 10:11

      A Turquia é o principal consumidor do petróleo roubado pelo Daesh aos proprietários legítimos deste petróleo no Iraque e na Síria.

    • 10:10

      Vice-ministro da Defesa da Rússia Anatoly Antonov fala do financiamento do terrorismo internacional. Para combater o Daesh é preciso destruir as suas fontes de financiamento.

      "Terrorismo sem financiamento é um animal sem dedos", disse.

    • 10:05

      Começou! Vamos agora saber quais são os últimos resultados.

    • 10:08

      O Ministério da Defesa da Rússia está realizando uma grande coletiva de imprensa, que decorre semanalmente, e divulga o relatório do curso da operação antiterrorista das Forças Aeroespaciais russas na Síria.

    Tema:
    Petróleo do Daesh vai parar na Turquia? (24)
    Tags:
    Ministério da Defesa (Rússia), Igor Konashenkov, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar