06:41 21 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Jatos Sukhoi Su-30 da Força Aérea venezuelana.

    Negociações sobre a venda de caças russos para a Venezuela ainda não começaram

    © AP Photo / Juan Carlos Hernandez
    Mundo
    URL curta
    3102

    O embaixador da Rússia na Venezuela, Vladimir Zayemsky, divulgou que Moscou e Caracas ainda não começaram a conversar formalmente sobre a venda de 12 aviões de combate russos para o país sul-americano. O líder venezuelano, Nicolás Maduro, havia anunciado que deseja modernizar frota nacional de caças Sukhoi.

    “Maduro confirmou a intenção de comprar 12 novos aviões de guerra, mas as negociações não chegaram a uma fase prática”, disse Zayemsky à RIA Novosti, acrescentando que ele não tinha detalhes sobre o preço do futuro negócio.

    O chefe de Estado venezuelano disse em setembro que queria discutir a entrega de jatos Sukhoi Su-30 com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, mas nenhuma medida foi tomada por Caracas em direção a um acordo.

    No mês passado, o ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrino Lopez, relatou que o governo gastaria US$ 480 milhões na manutenção de seus caças Sukhoi. A cooperação militar da Rússia com os países latino-americanos, incluindo a Venezuela, aumentou em 2014 com vendas de armas de alta tecnologia e construção de instalações navais.

    Tags:
    início, negócios, venda, cooperação, jatos, aviões de combate, caças, Su-30, Força Aérea, Vladimir Padrino Lopez, Nicolás Maduro, Vladimir Putin, Caracas, Moscou, Venezuela, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik