00:06 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Arquivo (9 de novembro de 2015): autoridades turcas impedem travessia de refugiados em Çanakkale para a ilha grega de Lesbos

    Turquia prende mais de mil refugiados a caminho da Europa

    © REUTERS / Umit Bektas
    Mundo
    URL curta
    7113
    Nos siga no

    As autoridades turcas prenderam nesta segunda-feira, no nordeste do país, cerca de 1.300 migrantes que se preparavam para atravessar o mar Egeu com destino às ilhas gregas, segundo informou a agência de notícias Dogan.

    A operação especial foi uma resposta ao acordo firmado ontem entre o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, e representantes da União Europeia, em Bruxelas, com o objetivo de conter o fluxo de refugiados para a Europa, em troca de uma aceleração do processo de análise do pedido de Ancara para fazer parte do bloco ocidental. 

    As forças de ordem da Turquia conduziram buscas em oito locais diferentes na província de Çanakkale, um dos principais pontos de partida dos migrantes em direção à ilha de Lesbos, na Grécia. Além dos refugiados, sírios, afegãos, iraquianos e iranianos, três atravessadores também foram detidos na missão, na qual foram apreendidos quatro barcos, seis motores e um revólver. Um migrante foi encontrado morto na praia.   

    Desde o início do ano, mais de 650 mil pessoas, principalmente de origem síria, tentaram cruzar o mar, a partir da costa turca, a caminho da Grécia. Dessas, mais de 500, em sua maioria crianças, acabaram morrendo, segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM). 

    Mais:

    OTAN aumentará capacidade defensiva da Turquia
    Rússia introduz medidas de controle adicionais em portos após tensão com Turquia
    Tags:
    refugiados, migrantes, OIM, União Europeia, Ahmet Davutoglu, Afeganistão, Síria, Irã, Iraque, Ancara, Bruxelas, Europa, Lesbos, Çanakkale, Grécia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar