15:08 23 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    23493
    Nos siga no

    A emergência de um Curdistão independente é apenas uma questão de tempo, segundo afirmou neste domingo o presidente da República Tcheca, Milos Zeman.

    "Eu acredito que, mais cedo ou mais tarde, o Curdistão irá declarar sua independência", afirmou em entrevista à TV Prima.

    De acordo com o líder tcheco, sua crença tem como base uma conversa que ele teve com o presidente do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani, que revelou estar se preparando para anunciar um referendo sobre a emancipação da região. 

    Para Zeman, as hostilidades da Turquia contra os curdos representam um obstáculo na luta contra o terrorismo, um vez que "os curdos armados são a única força (terrestre) em guerra com o Estado Islâmico". 

    "A Turquia tem que decidir a quem ela vai se juntar", disse o presidente tcheco. 

    Mais:

    ‘Stalin’ voltou e agora luta com curdos contra Estado Islâmico
    Turquia elogia decisão dos EUA de suspender envio de armas para os curdos
    Curdistão sírio: democracia, integração de minorias e luta contra Estado Islâmico
    Tags:
    curdos, terrorismo, TV Prima, Estado Islâmico, Massoud Barzani, Milos Zeman, República Tcheca, Turquia, Curdistão iraquiano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar