23:21 21 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Mundo
    URL curta
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    60434
    Nos siga no

    O primeiro-ministro turco Ahmet Davutoglu informou à mídia turca neste domingo (29) que a Turquia encontrou o corpo de Oleg Peshkov, piloto do Su-24 abatido por um caça F-16 da Força Aérea da Turquia em 24 de novembro.

    Segundo o premiê, o cadáver do piloto russo foi levado para o território turco no sábado (28) à tarde e será mais tarde entregue à Rússia.

    A embaixada da Rússia na Turquia acabou de confirmar que o corpo do piloto Peshkov será levado para Ancara neste domingo (29):

    “Hoje o corpo do Herói da Rússia Oleg Peshkov será levado para Ancara. O adido militar da embaixada está o acompanhando durante o voo e o embaixador e o pessoal da embaixada irão recebê-lo no aeroporto de Ancara. A data e a hora de envio do corpo do piloto oara a Rússia estão sendo precisados”, disse à RIA Novosti o porta-voz da embaixada, Igor Mityakov.

    Segundo os dados do canal de TV turco NTV, que transmite do local, o avião com os restos mortais do piloto russo acabou de aterrar em Ancara proveniente da cidade de Hatay, no sul da Turquia.

    Nesta terça-feira (24), um bombardeiro russo Su-24 foi derrubado por um míssil ar-ar turco no espaço aéreo sírio. Os dois pilotos do avião conseguiram se ejetar antes de o avião cair. Um dos pilotos foi ferido quando descia de paraquedas e foi morto por islamistas. O copiloto foi salvo e enviado para a base de Hmeymim. 

    Ancara declara que derrubou o avião russo porque ele violou o espaço aéreo turco, mas o Ministério da Defesa da Rússia sublinha que durante todo o voo o avião se manteve sempre sobre o território da Síria. “Isto foi registrado por meios objetivos de controle", acrescentou o departamento militar. O presidente russo Vladimir Putin chamou o abate do avião de "golpe nas costas" por parte de coniventes com o terrorismo.

    Tema:
    Turquia abate bombardeiro russo na Síria (115)
    Tags:
    avião, Su-24, Ahmet Davutoglu, Síria, Ancara, Rússia, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar